João Pessoa
Feed de Notícias

Governo apresenta ações de Segurança Alimentar durante Conferência Estadual

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013 - 17:37 - Fotos: 

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh) e a Câmara Intersecretarial de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisan), apresentou, na manhã desta quinta-feira (12), durante a 3ª Conferência Estadual de Segurança Alimentar as ações realizadas na Paraíba nesta área. O evento ocorreu durante todo o dia no Sindicato dos Bancários.

A executiva da Sedh, Ana Paula Almeida, destacou a criação da Câmara Intersecretarial, instalada em setembro deste ano com a participação de 21 órgãos da administração direta e indireta para o fortalecimento da segurança alimentar nos 223 municípios paraibanos.

Ela também comentou sobre a garantia da alimentação para a população em vulnerabilidade social com a ampliação do número de restaurantes populares mantidos pelo Governo do Estado, fornecendo diariamente cerca de 4 mil refeições; e a expansão do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que atenderá 127 municípios paraibanos, além da construção de cisternas.

Entre as ações realizadas na área de segurança alimentar temos a oferta de refeições, inclusão produtiva, doação de alimentos, construção de cisternas, fortalecimento e aquisição de alimentos da agricultura familiar, apoio a comunidades tradicionais, entre outros”, ressaltou.

Conferência – A Conferência, realizada pelo Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional da Paraíba (Consea-PB), escolheu seis delegados. Também houve palestra com o representante do Conselho Nacional de Segurança Alimentar, Írio Luiz Conti.

Os delegados eleitos representarão a Paraíba na etapa nacional que será realizada no próximo ano em Brasília. Há dois anos realizamos um encontro em que definimos algumas ações e agora tiramos outros pontos para apresentar na Conferência Nacional”, disse o presidente do Conselho Estadual, Arimateia França.

Participaram da Conferência, que contou com a apresentação do Coral da Empasa, representantes da sociedade civil organizada, além de técnicos do Governo do Estado, das Secretarias da Saúde, Agricultura, Desenvolvimento Humano, entre outras, e autoridades da segurança alimentar e nutricional.