João Pessoa
Feed de Notícias

Governo apoia produtores de laranja e tangerina em Matinhas

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013 - 10:45 - Fotos:  Secom-PB

Com financiamento do Governo do Estado, a Cooperativa de Citricultores de Matinhas e Região (Coopertange) recebeu nesta quinta-feira (14) as máquinas adquiridas na Espanha para o beneficiamento de tangerina e laranja. Os recursos são da ordem de R$ 540 mil, sendo R$ 270 mil do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep) e R$ 270 mil do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), através do Programa Produzir Desenvolvimento. Os equipamentos desembarcaram no porto de Suape e já chegaram a Matinhas, em duas carretas.

O Governo financiou também a construção do galpão da Coopertange, onde funcionará o packing house (casa de embalagem). As máquinas custaram R$ 330 mil. O gestor do Projeto Cooperar, Roberto Vital, avalia que com a operação das máquinas, a partir da próxima safra de tangerina em Matinhas e região a Coopertange vai ter um ganho significativo na qualidade do produto. “Vai agregar muito valor ao produto selecionado, lavado e polido”.

A Coopertange reúne hoje 40 sócios e tem projeção para envolver 1.000 famílias de citricultores a partir do packing house. Além do município de Matinhas, a Coopertange abrange ainda Alagoa Nova, São Sebastião de Lagoa de Roça, Esperança, Lagoa Seca, Areia, Remígio, Massaranduba e Alagoa Grande. A cooperativa integra um arranjo produtivo local e sustentável.

A presidente da Coopertange, Maria Betânia Freitas, disse que o apoio do Governo do Estado foi fundamental no processo de crescimento e conquista de novos mercados. “Com o packing house funcionando, nós vamos dar assistência a mais de 1.000 famílias de pequenos produtores que praticam a citricultura. Vai facilitar e ampliar o mercado”.

As máquinas têm capacidade de processar de oito a dez toneladas de laranja por hora. A média do ciclo da safra é de 20 mil toneladas.  São duas safras por ano, a primeira entre abril e maio e a maior entre junho e novembro, podendo se estender até dezembro.

No packing house as laranjas serão classificados por tamanho, lavadas e polidas; tudo isso feito pelas máquinas. Em seguida, mulheres associadas da Coopertange farão a embalagem dos frutos.