Fale Conosco

5 de abril de 2016

Governo apoia parcerias entre o Virtus e empresas globais de TI



Representantes de dez empresas globais de Tecnologia da Informação confirmaram presença, nesta quinta-feira (7), na inauguração do Virtus – Núcleo de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Tecnologia da Informação, Comunicação e Automação, que acontece no Centro de Inovação e Tecnologia Telmo Araújo (Citta), em Campina Grande, a partir das 11h.

De acordo com Francilene Garcia, secretária da Ciência e Tecnologia do Estado, empresas como a Sony, Apple, Samsung, Foxcom, Smart Modular Technologies, Venturus, Ingenico, Gemalto, Compalead e ACBZ foram convidadas e estarão presentes.

“O apoio do Governo do Estado na implantação do Citta foi fundamental para que a Paraíba seja um ponto de referência para empresas globais que investem em Tecnologia da Informação junto a grupos de P&D do Brasil” ressaltou a secretária.

Francilene acrescentou que, além da inauguração da estrutura física do primeiro Centro de Pesquisa e Desenvolvimento a se instalar no Citta, o evento será um grande encontro de negócios que projetará ainda mais a Paraíba na área de tecnologia.

O Virtus é um centro de pesquisa e desenvolvimento avançado do Centro de Engenharia Elétrica e Informática (CEEI) da Universidade Federal de Campina Grande e vai ocupar 960 m² no Citta, construído pelo Governo do Estado, no bairro de Bodocongó, em Campina Grande. Concebida para acolher 150 profissionais, a sede dispõe de equipamentos de última geração, segurança da informação e diversas salas de videoconferência para garantir a comunicação com clientes globais.

Citta – Inaugurado em 2013, com o objetivo de fomentar a inovação como caminho para o desenvolvimento do Estado, o Centro de Inovação e Tecnologia Telmo Araújo ocupa uma área de 2,3 hectares e pode abrigar mais de 50 empreendimentos de diferentes portes. “Atualmente existem lotes disponíveis para instalação de outras nove unidades de Centros de P&D similares ao Virtus, através da iniciativa público privada”, informou Francilene Garcia.