Fale Conosco

5 de março de 2012

Governo aplica verba arrecadada pelo Detran no combate à criminalidade



A segurança pública da Paraíba ganha o reforço de 200 motocicletas, 30 veículos do tipo camionete, 400 microcomputadores e um veículo do tipo furgão, equipado com um “scanner” para verificar a presença de armas e drogas na bagagem de carros abordados durante as barreiras policiais – equipamento semelhante ao utilizado na verificação de bagagens nos aeroportos. A entrega será feita pelo governador Ricardo Coutinho, em solenidade marcada para as 16h30 desta terça-feira (6), no Parque Solon de Lucena.

O investimento, de mais de R$ 7 milhões, foi feito com recursos arrecadados pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) por meio do recebimento de multas e taxas de serviço. A compra dos equipamentos e viaturas  faz parte de um convênio firmado com a Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social (Seds) para que o Detran auxilie no combate à criminalidade.“É um investimento elevado, mas estamos contribuindo com a Seds para que possamos enfrentar a criminalidade com mais eficiência. O objetivo maior é tranquilizar a população”, ressaltou o superintendente do Detran, Rodrigo Carvalho.

Investimentos – Só no primeiro trimestre de 2012 , os investimentos do Detran em segurança pública e modernização dos serviços do órgão chegam a R$ 12.787.968,65. Em 2011, o Detran repassou 40 viaturas do tipo Gol, com motor 1.6, para a Polícia Civil – todas já adesivadas e equipadas com rádio, sirene e sinalizador luminoso. O investimento representou o valor total de R$ 874.800,00 por ano.

Em fevereiro deste ano, o Governo do Estado lançou um conjunto de ações visando  melhorar e modernizar o atendimento prestado pelo Detran-PB. No total, foram investidos R$ 5,4 milhões nos projetos.

Modernização – Em 2012, o departamento iniciou a renovação e a atualização do seu parque tecnológico. Serão substituídos todos os microcomputadores e impressoras das 60 unidades administrativas do órgão, entre Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans) e postos de Trânsito e de Atendimento Descentralizado. A mudança, segundo o órgão, vai proporcionar mais celeridade no atendimento ao público.

Desde 2003, o Detran não investia  na aquisição de equipamentos de informática. Só este ano, já foram adquiridos 400 microcomputadores e 200 impressoras laser – que, juntos, contabilizam cerca de R$ 1,5 milhão em investimentos. Algumas unidades do Detran terão a capacidade ampliada, com a instalação de mais terminais, além da substituição dos equipamentos existentes.

Até 2010, para atender a todo o Estado, o órgão contava com apenas um aparelho scanner próprio para digitalização de processos. Hoje, são 17 equipamentos de última geração, sendo dez de alta velocidade e elevado volume de digitalização.

O órgão tem investido grande parte dos recursos arrecadados com o pagamento de multas de trânsito e taxas de serviço em campanhas educativas, ações de fiscalizações do trânsito e modernização dos postos de atendimento.