Fale Conosco

7 de abril de 2009

Governo anuncia Força-Tarefa para Educação e mostra investimentos



O secretário de Educação e Cultura, Francisco Sales Gaudêncio, concedeu, na manhã desta terça-feira (7), na sala de reuniões da Secretaria de Comunicação, uma entrevista coletiva, onde fez um balanço das obras e anunciou novas ações da pasta. Sales Gaudêncio anunciou, também, a criação de uma Força-Tarefa no âmbito da Secretaria, com o objetivo de verificar necessidades de professores, alunos e funcionários, além da estrutura física das escolas, para pôr em prática em regime de urgência.

Outro grave problema apontado pelo secretário da Educação é com relação a redução do analfabetismo na Paraíba. Pesquisa indica que são 621 mil analfabetos no Estado. O objetivo do Governo é reduzir esses índices negativos. Como no ano de 2008 não foi cumprida esta meta, para este ano a determinação do governador José Maranhão é que seja atendido o percentual do ano passado e mais a meta de 2009.

Segundo o secretário da Educação, a determinação do governador José Maranhão é de que nenhum aluno fique fora da sala de aula por falta de transporte, material escolar ou professor. Informou que os aprovados no concurso para as disciplinas de Filosofia e Sociologia estão sendo contratados. Pelo menos 96% dos diretores eleitos para as escolas foram nomeados e os demais nos próximos dias.

Sales justificou que o governo vai contratar professores temporários para atender a demanda das escolas, de modo que nenhum aluno fique sem ter aulas, mas será de maneira diferente do que foi praticado nos últimos seis anos. “Podemos garantir que o governador José Maranhão quer todos os alunos em sala de aula, e com escola de boa qualidade”, disse. Ainda conforme o secretário, o governo está preparando um arrojado programa de recuperação de escolas e de construção de outras. 

Outro assunto abordado pelo secretário da Educação foi com relação ao transporte escolar, onde também têm se verificado direcionamentos diferentes do que pretende empreender. O programa de distribuição de bicicletas, que deveria distribuir 10 mil unidades, foi suspenso e somente retornará no seu tempo devido. Estão sendo assinados convenios com as prefeituras para o repasse dos recursos destinados a contratação de veículos para transportar os alunos, sem que privilegie os donos de carros, segundo informou.

Com relação a reciclagem dos professores, o secretário Sales Gaudêncio garantiu que a meta é sua valorização e melhoria da qualidade do ensino.

Também é proposta do novo governo estreitar cada vez mais o relacionamento com as categorias funcionais da área da educação, e para tanto já vem fazendo entendimentos com dirigentes dos sindicatos dos professores para encontros de trabalho e de encaminhamentos de ações conjuntas visando a valorização do magistério, que irá repercutir na qualidade do ensino.

Outro ponto lembrado pelo secretário Sales Gaudêncio foi com relação a Patrulha Escolar, criada há seis anos e que estava desativada. Logo que assumiu o governo, a determinação foi para que retornasse o mais breve possível. Agora, já em algumas escolas, é possível se constatar a presença de policiais.