João Pessoa
Feed de Notícias

Governo acompanha plano de trabalho executado por Instituições de Longa Permanência

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 - 14:33 - Fotos: 

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh) reuniu nessa quinta-feira (13), no auditório da PBPrev em João Pessoa, as Instituições de Longa Permanência (Ilpis) contempladas com o Projeto Acolher para tirar dúvidas e fazer o acompanhamento sobre o repasse do recurso destinado para melhorias nos prédios. O projeto, orçado em R$ 2 milhões com recursos do Governo do Estado, foi lançado em outubro do ano passado para beneficiar 1,4 mil idosos que vivem nas mais de 30 instituições distribuídas em toda a Paraíba.

Participaram da reunião a gerente executiva da assistência social, Mayara Martins, e a gerente de proteção social especial da Sedh, Gabrielle Tayane Vasconcelos, além da equipe técnica da secretaria que ouviu todas as dúvidas dos representantes das instituições para que as melhorias sejam realizadas da melhor forma.

Essa reunião é para acompanhar mais de perto a execução do Plano de Trabalho que foi proposta por cada uma dessas instituições. Eles tinham algumas dúvidas e achamos melhor reunirmos todos para que eles possam executar com tranquilidade o plano que foi aprovado. Criamos dentro da secretaria uma comissão para ficarmos ainda mais próximos das instituições”, explicou Gabrielle Tayane.

Melhorias instituições – As instituições beneficiadas realizarão melhorias desde a parte física até a compra de material como cama e máquina de lavar roupas. A diretora da Comunidade Fanuel, localizada em Cabedelo, Edileusa Guedes, destacou que o acompanhamento da secretaria vai facilitar na hora da prestação de contas.

Precisamos dessas orientações para poder fazer de forma correta a prestação de contas. Por isso, acho importante essa conversa e essas orientações”, disse.

A vice-presidente da Amem, Janeide Duarte, disse que o investimento do  ajudou os mais de 40 idosos que vivem no local. “Vamos readequar a parte de infraestrutura, porque a instituição é muito antiga. Vamos colocar barras nos locais que ainda não têm, além de material como ventiladores, carrinho médico, entre outras melhorias”, destacou.