João Pessoa
Feed de Notícias

Governo aciona Embaixada na ajuda a paraibanos para retorno do Chile

terça-feira, 2 de março de 2010 - 18:27 - Fotos: 
O Governo do Estado já se mobilizou em socorro aos paraibanos que se encontravam no Chile no último sábado (27), durante o terremoto que assolou aquele país. Além de ter acionado imediatamente o Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty), a Secretária de Estado do Governo (Casa Civil) entrou em contato com a Embaixada do Brasil em Santiago para ajudar a solucionar situações como a do casal de bancários Lúcia de Fátima, de 50 anos, e Edgard Teixeira de Lima, de 57 anos, assim como a de outros paraibanos que estavam naquele país.

“A Embaixada do Brasil sugeriu ao governador José Maranhão que o pessoal que se encontrava no Chile, seja como turista, seja na condição de morador, fosse orientado a procurar a representação oficial do órgão localizada em Santiago. O embaixador explicou que o governo brasileiro está fazendo um plano de ação para deslocamento e retirada de todas as pessoas que queiram voltar de lá”, explicou o secretário de Estado do Governo (Casa Civil), Marcelo Weick Pogliese.

Roteiro da volta – A advogada e professora aposentada Wilma Almeida, mãe do chefe de Gabinete da Casa Civil, Sérgio Almeida, e sua amiga Ivanise Silva, sobrinha do deputado Rodrigo Soares, estavam entre um grupo de paraibanos que fazia turismo no Chile no dia do ocorrido. Em contato com a família, elas informaram que a empresa de turismo paraibana responsável pela viagem providenciou que todos os viajantes fossem levados para Mendonza, para um tour de dois dias, e em seguida até Buenos Aires, na Argentina, de onde partirá o voo de volta para o Brasil.

Através de e-mail, a professora Vila Almeida relatou os momentos de pânico provocados pelos tremores. Ela contou que “as paredes do quarto do hotel tremiam, os quadros e espelhos balançavam nas paredes e as roupas eram arremessadas de um lado para o outro”. A estrutura do prédio, felizmente, resistiu aos abalos e todos passam bem. No caso específico dos turistas desse grupo, que já se encontram na Argentina, a previsão de chegada na Paraíba é para esta sexta-feira (5).

O Governo Federal informou que a expectativa no Chile é a de que os aeroportos voltassem a operar nesta terça-feira (2). Porém, caso o reinício das operações seja impossibilitado, um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) será enviado ao território chileno para resgatar todos os brasileiros retidos naquele país.

A Embaixada do Brasil em Santiago fica situada no seguinte endereço: Afonso Ovalle, 1665, em Chille Casilla,1497. Telefones: (56-2) 698-2486 / (56-2) 698-2487/ (56-2) 698-2488. Site: http://www.embajadadebrasil.cl/. Email: embrasil@brasembsantiago.cl.

Da Assessoria de Imprensa da Casa Civil