João Pessoa
Feed de Notícias

Governadora em exercício e secretária de Saúde discutem esquema de atendimento nos hospitais durante o Carnaval

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015 - 18:21 - Fotos:  Júnior Fernandes

A governadora em exercício, Lígia Feliciano, e a secretária de Saúde do Estado, Roberta Abath, discutiram, na noite desta terça-feira (10), sobre o esquema especial de funcionamento dos hospitais e unidades de saúde do Estado durante o carnaval. Roberta Abath informou que algumas unidades de saúde como os Hospitais de Trauma de João Pessoa e Campina Grande, o Hospital de Mamanguape, e os de Cajazeiras e de Patos vão reforçar as equipes de atendimento.

Lígia Feliciano, que é médica, afirmou que os hospitais gerais estarão funcionando plenamente e com reforço nas equipes de saúde. “A Secretaria de Saúde montou um esquema especial em João Pessoa durante o desfile das Muriçocas e entre sexta-feira e a quarta-feira de cinzas com algumas unidades como o Trauma de João Pessoa com 30% dos profissionais de sobreaviso, além da equipe de plantão (médicos, fisioterapeutas, enfermeiros, psicólogos e várias outras especialidades)”.

A governadora em exercício fez um alerta para que motoristas e motociclistas tenham muita cautela e não bebam, pois a maioria das ocorrências nos hospitais regionais é referente a acidentes de motos. “Quem tiver motos ou carros e for brincar carnaval deixe em casa, pegue um ônibus, taxis ou vá de carona para não por em risco a sua vida e de outras pessoas. O folião tem que brincar, mas também tem que se cuidar”, ressaltou.    

A secretária de Estado da Saúde, a médica Roberta Abath, enfatizou que o Governo do Estado não mede esforços para oferecer atendimento de qualidade à população no período carnavalesco com o reforço das equipes. “Um dos maiores desafios de qualquer gestor da saúde é a humanização no atendimento de forma integral e queremos promover, cada vez mais, a universalização no atendimento. Tudo isso aliado a construção de redes regionalizadas, em todo o Estado, descentralizando os serviços de saúde”, completou a secretária.

Para garantir o atendimento da população no período da festa considerada a mais agitada do ano, o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa colocará mais 30% dos profissionais de sobreaviso, além da equipe de plantão (médicos, fisioterapeutas, enfermeiros, psicólogos e várias outras especialidades).

No Complexo de Pediatria Arlinda Marques, no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa, o setor de Urgência e Emergência do Hospital funcionará normalmente, durante 24 horas. Já o ambulatório será fechado, como nos demais feriados.  

No Hospital Regional de Emergência e Trauma em Campina Grande, a escala da equipe de plantão será redobrada. “O cuidado com as escalas é redobrado nessa época do ano, porque há um aumento no número de acidentes. Com a escala cheia atenderemos a população de maneira adequada”, explicou o diretor técnico da unidade, José Bezerra.

O Hospital Regional de Cajazeiras, município com tradição em festas momescas, redobrará a equipe com escalas de médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem. De acordo com a diretora geral, Edjane Santos, o esquema especial atenderá moradores e visitantes, caso haja necessidade. Durante a festa, também será feito um trabalho de conscientização junto aos foliões.

O Hospital Regional de Mamanguape também reforçará a equipe de plantão. “Este será o primeiro carnaval de Mamanguape, após a inauguração do Hospital, e a expectativa é que a demanda seja grande. Por conta disso, ampliaremos o número de plantonistas para atender a população”, informou o diretor geral, Adalberto Ribeiro.

Em Pombal, o Hospital Regional vai redobrar os cuidados. “Além dos profissionais da escala de plantão, outros ficarão de sobreaviso, caso haja superlotação ou emergência mais grave”, disse a diretora geral, Kévia Werton.

No Hospital Regional de Patos, as equipes trabalharão normalmente, em regime de plantão. Já no Hospital General Edson Ramalho, também na Capital,o plantão não será alterado.

Por sua vez, o Hemocentro de João Pessoa funcionará em regime de plantão, 24 horas, somente para a equipe que trabalha com a liberação das bolsas de sangue para as unidades que solicitarem. Quanto ao atendimento ao público para a doação, o serviço funcionará no sábado (14), das 7h às 17h, e será fechado no domingo (15). Na segunda-feira (16), funcionará das 7h às 13h e fechará na terça-feira (17), voltando a reabrir na quarta-feira de Cinzas (18), às 13h.