Fale Conosco

23 de junho de 2012

Governadora do Rio Grande do Norte visita Hospital de Trauma de João Pessoa



OLYMPUS DIGITAL CAMERAA governadora do Estado do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarline, realizou, na manhã deste sábado (23), uma visita técnica ao Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa. Ela veio conhecer como funciona a gestão pactuada entre o Governo do Estado da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, e a Organização Social Cruz Vermelha Brasileira.

Rosalba Ciarline visitou todos os setores da Instituição, que é gerida pela Cruz Vermelha desde julho de 2011. A Organização Social assumiu a unidade de saúde com o compromisso de cumprir metas e gerir o hospital dentro dos padrões definidos rigorosamente pelo Governo do Estado. Muitos avanços foram conquistados desde o início da pactuação, e as metas pré-estabelecidas vêm sendo alcançadas.

Segundo a governadora, que é médica de formação, o hospital está sendo muito bem administrado. “Minha impressão sobre os setores do Hospital foi a melhor possível. Nota-se que a unidade adquiriu outra dinâmica de trabalho. O governador Ricardo Coutinho está de parabéns pela visão administrativa que foi implantada nessa instituição”, ressaltou.

O secretário de Saúde do RN, Isaú Gerino Vilela, também parabenizou o Governo do Estado pelo trabalho desenvolvido no Trauma, e acrescentou que o mesmo projeto está em estudo para ser implantado no seu Estado. “O Governo está de parabéns. Estamos estudando o plano, para que possamos desenvolver o mesmo projeto em nosso Estado”, disse o secretário.

De acordo com o consultor de assistência médica da Cruz Vermelha Brasileira,  Edmon Gomes, a governadora ficou muito impressionada com o modelo de pactuação desenvolvido no Trauma. “O Governo do Rio Grande do Norte pretende implantar o mesmo sistema de pactuação no Complexo Hospitalar Monsenhor Walfredo Gurgel, por isso que Rosalba Ciarline veio verificar in-loco as mudanças realizadas desde a entrada da Cruz Vermelha no Hospital de Trauma”, afirmou.

Antes de a gestão pactuada assumir a gerência do hospital, havia 212 pessoas em espera por uma cirurgia. Esse número caiu 100%, não restando pacientes aguardando por procedimentos. Além disso, o intervalo de tempo para a realização de cirurgia de emergência (quando há risco iminente de óbito) caiu pela metade, com o tempo de 36 minutos, quando o limite máximo é de 60 minutos.

De acordo com o diretor de Assistência do Hospital, Edvan Benevides, cada minuto que o paciente espera por um procedimento é um minuto a menos de chance de vida, por isso o pronto atendimento oferecido no Trauma é o diferencial para salvar vidas. “Nós conseguimos reduzir o intervalo de tempo para realização de cirurgias de emergência, e isso é uma conquista que deveremos manter na nossa instituição”, explicou o diretor.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOutra busca incessante da nova gestão é a conquista do certificado da Organização Nacional de Acreditação – ONA. O selo atesta a qualidade dos serviços prestados em unidades de saúde, garantindo maior transparência e eficiência no atendimento médico. Recentemente, o hospital conquistou duas comendas: Selo Verde, pela instituição estar utilizando uma tecnologia ecologicamente correta para esterilização de materiais da área médica e estéreis; e a Certidão de Responsabilidade Técnica dos Profissionais da Enfermagem.