João Pessoa
Feed de Notícias

Governador visita obras do Centro de Convenções e quer pressa na execução do empreendimento

domingo, 18 de outubro de 2009 - 00:43 - Fotos: 

O governador José Maranhão visitou no início da tarde deste sábado (17) o canteiro de obras onde está sendo construído o Centro de Convenções de João Pessoa. No local conversou com operários e ouviu explicações do engenheiro Tarcísio Amaral. Maranhão esteve acompanhado da secretária de Comunicação, Lena Guimarães.

A visita durou cerca de uma hora e meia e após receber as explicações o governador recomendou ao engenheiro responsável pela obra que acelerasse o processo porque “precisamos estar com essa obra concluída o mais rápido possível. João Pessoa e a Paraíba não podem mais esperar”, acrescentou.

Maranhão disse que o objetivo do Governo do Estado é cumprir o cronograma e até mesmo se possível, abreviar ou mesmo queimar etapas. “Isso sem sacrifício da qualidade e da estética da própria obra”, disse.

O engenheiro Tarcísio Amaral informou que o descanso dos operários acontece somente aos domingos, pois o objetivo é cumprir as determinações do governador. Ele disse que tanto a Sudema como o Ibama já autorizaram o desmatamento da área.

A assinatura da ordem de serviço para a construção do Centro de Convenções de João Pessoa aconteceu numa solenidade no dia 28 do mês passado. Desde então, máquinas, caminhões e outros equipamentos estão trabalhando no local. Mas o anúncio da construção havia sido feito pelo governador durante solenidade dos Corretores de Imóveis no dia 6 de setembro.

O empreendimento era uma antiga reivindicação dos empresários ligados diretamente ao turismo, especificamente aqueles da área de eventos e negócios.

O Centro de Convenções de João Pessoa está sendo construído no Pólo Turístico Cabo Branco, as margens da rodovia PB-008, próximo à entrada para a praia de Jacarapé. Ocupará uma área total de 34 hectares, sendo 19 hectares (38.947 metros quadrados) destinados para área de construção e 15 hectares para área preservada. O Complexo terá quatro blocos e oferecerá a sociedade paraibana: Torre/Mirante com 60 metros de altura, restaurante; bloco para feira de exposições e eventos; Teatro/Auditório (com de 3 mil assentos) e um Centro de Congressos, entre outros espaços.

Cardoso Filho, com fotos de manodecarvalho da Secom