João Pessoa
Feed de Notícias

Governador visita Centro de Convenções nesta sexta

quinta-feira, 8 de março de 2012 - 15:17 - Fotos: 

Foto: Kleide Teixeira/Secom-PB

Nesta sexta-feira (9), o governador Ricardo Coutinho, acompanhado pelo prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, visitará o imenso canteiro de obras do Centro de Convenções. Antes, os dois gestores passarão pelas obras do anexo da Estação Cabo Branco – Ciências, Cultura e Artes, equipamento do município. A visita começará às 10h e contará com a presença de secretários municipais e estaduais das pastas relacionadas, além de representantes de entidades e do trade turístico paraibano.

“Desde o ano passado, quando o Governo do Estado retomou a construção, o complexo vem ganhando forma e altura”, disse o dirigente da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado (Suplan), Orlando Soares. Segundo ele, são mais de 700 pessoas trabalhando, direta e indiretamente, para a conclusão do Centro de Convenções de João Pessoa.

Com área total de 34,52 hectares, sendo 48.676 m² de área construída, o complexo conta com quatro edificações: o prédio do Mirante, com 55 metros de altura; a Feira de Exposição e Eventos, com 19 mil metros quadrados construídos; o Centro de Congressos, com mais de 13 mil metros quadrados de área construída; e o Teatro, com capacidade para mais de três mil pessoas.

A obra do complexo está 25% executada. No prédio do Mirante, as obras já superaram a altura do restaurante, localizado no quarto andar, ultrapassando 22 metros de altura. A construção é fiscalizada pela Suplan e executada pela Via Engenharia.

Na urbanização do espaço, os estacionamentos 1 e 2 estão praticamente concluídos, e as do estacionamento 3 seguem em ritmo acelerado, com 50% das obras já executadas. No prédio da Feira de Exposições e Eventos, foram instalados 80% dos arcos que fazem o suporte do teto (esse, está sendo fabricado em outro local).

Foto: Kleide Teixeira/Secom-PB

Orlando garante que as obras manterão o ritmo acelerado, para concluir a primeira etapa dentro do cronograma previsto. “Temos muitas pessoas trabalhando no local e, caso seja necessário, contrataremos mais”, afirmou.

A primeira etapa do complexo consiste nos prédios do Mirante, Feira de Exposição e Eventos, e toda a área de urbanização e apoio. A etapa seguinte é entregar o Teatro, e a terceira, a conclusão do prédio do Congresso. A previsão é finalizar a construção do complexo no próximo ano.

Investimento – O investimento para a construção do Centro de Convenções é superior a R$ 119 milhões – e já foram pagos R$ 32.427.148,79. A atual gestão é responsável por 77% dos recursos investidos na obra, um total de R$ 25.031.015,83, repassados durante todo o ano passado.

Urbanização – Para a comodidade dos visitantes, o local terá um estacionamento com capacidade para abrigar 1.020 carros, sendo 19 vagas exclusivas para pessoas com necessidades especiais. O estacionamento para ônibus terá 22 vagas. Também estão previstas áreas para jardins e de preservação ambiental da mata existente, com 100 metros de largura e área total de 11.14 hectares, dando continuidade ao cinturão ecológico do Pólo Turístico.

O complexo contará com ponto de táxi; heliponto com 900 m²; Praça do Relógio de Sol, um dos maiores do Brasil; guaritas de entrada e saída; guarita de serviços com compartimento de gás e lixo; e guarita de pedestres, próxima à rodovia PB-008.

Na área externa, haverá passarelas cobertas; ponto de ônibus na rodovia; espelhos d’água (de 18.000 m²), com metade de sua capacidade para armazenamento da água pluvial; e espaço reservado para ampliação do estacionamento.

Mirante – O prédio do Mirante, com 2.740 m² de área construída, tem, na planta, a fórmula geométrica perfeita de um triângulo equilátero, ou seja, com os três lados iguais, se destacando das demais edificações. Ponto central do complexo, o Mirante é equipado, no primeiro piso, com banheiros para os visitantes, balcão para atendimento, hall de acesso aos elevadores e escada.

No segundo pavimento, estão as salas de administração, segurança e área técnicas para ar condicionado. Já a 7,5 metros do piso, estará o restaurante, com espaço para 94 mesas de quatro lugares e uma ampla varanda. No vértice deste pavimento haverá uma cascata com queda no lago da Praça do Relógio de Sol. O mirante propriamente dito estará localizado há 55 metros do chão, o equivalente a 17 andares, proporcionando uma vista panorâmica do litoral pessoense.

Foto: Kleide Teixeira/Secom-PB

Congressos – O Centro de Congressos será erguido sobre um lago artificial com 60 centímetros de profundidade, interligado por passarela ao Mirante, com área total construída de 13.641, 98 m². O primeiro pavimento, com área de mais de 11 mil metros quadrados, possuirá divisórias móveis acústicas, podendo servir como um auditório para 2.340 pessoas, ou ser dividido em até oito espaços diferentes, para eventos simultâneos.

O local também contará com salas multiuso, salas de apoio, sanitários públicos e para funcionários, reprografia, salas para atendimento médico, cozinha e refeitório. No segundo piso, funcionará a área administrativa.

O prédio terá duas opções de entrada: uma principal, que é interligada ao Mirante por uma passarela coberta, e outra com porta que dá acesso ao estacionamento, para facilitar a saída das pessoas. Os funcionários terão acesso por uma entrada alternativa, ao fundo da principal, onde funcionará um estacionamento com 14 vagas, exclusivo para eles.

Foto: Kleide Teixeira/Secom-PB

Feira de Exposições e Eventos – O prédio da Feira de Exposições e Eventos possui mais de 19 mil metros quadrados construídos, com área livre para estandes de 15 mil metros quadrados. No restante do espaço, foram distribuídas quatro áreas para credenciamento e/ou venda de ingressos, integradas aos dois estacionamentos contíguos ao espaço da feira, oferecendo a possibilidade de realizar até quatro eventos distintos ao mesmo momento.

O espaço contará com uma lanchonete ampla, com atendimento interno à feira, e externo, com espaço para 32 mesas cobertas e 40 mesas no deck, ao lado de um espelho d’água com fonte. Dentro do prédio, haverá o apoio de outras três lanchonetes.

Teatro – O teatro, com 11.763 m² de área construída, tem 3.042 lugares, divididos entre plateia e balcão. A área de plateia conta com 2.478 poltronas comuns, 56 para obesos e 13 espaços para cadeiras de rodas. Já o balcão terá 489 poltronas comuns e seis para obesos.