João Pessoa
Feed de Notícias

Governador vai a CG acompanhar início do PB Integrada e obras

segunda-feira, 2 de maio de 2011 - 19:19 - Fotos: 

O governador Ricardo Coutinho lança nesta terça-feira (3), no Terminal Rodoviário de Campina Grande, o programa Paraíba Integrada, que vai fazer a integração do sistema de transporte intermunicipal da Paraíba. Além disso, Ricardo visita o início das obras da Adutora São José e assina 28 convênios do Projeto Cooperar, que envolvem recursos na ordem de R$ 1,8 milhões, e além de convênios para a liberação de R$ 2,4 milhões em benefício de oito entidades sociais da Rainha da Borborema.

O primeiro compromisso de Ricardo em Campina Grande vai ocorrer às 9h. O governador acompanha o início da retomada das obras da Adutora São José. A obra, que faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), vai trazer água do Açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão, para Campina Grande e as cidades de Alagoa Nova, Lagoa Seca, Matinhas, Pocinhos e São Sebastião de Lagoa de Roça, beneficiando cerca de 460 mil pessoas.

O valor total é de R$ 20 milhões e estes recursos são provenientes do Governo Federal. A obra prevê a implantação de adutora de água tratada com extensão total de 18.950 metros, a instalação de válvulas controladoras de vazão e a Implantação de Tanques de Amortecimento Unidirecional (TAU). Este equipamento protege a adutora do impacto da água, causado pela interrupção do bombeamento, que ocorre em geral por falta de energia elétrica. A instalação do TAU diminui a necessidade de manutenção e prolonga a vida útil dos equipamentos.

Cooperar – Às 10h, o governador fará a assinatura de 28 convênios do Projeto Cooperar que envolvem recursos na ordem de R$ 1,8 milhões, beneficiando diretamente 2.172 famílias, predominantemente com subprojetos de infraestrutura hídrica ( 256 cisternas, 02 passagens  e 34 privadas higiênicas, em 13 municípios do Cariri Ocidental e Seridó, priorizados entre os 50 mais carentes do Estado da Paraíba, segundo os critérios de IDH, pluviometria e densidade demográfica rural.

A assinatura vai ocorrer na Embrapa Campina Grande e com estes recursos o Governo do Estado já soma R$ 3,5 milhões conveniados até o momento, beneficiando diretamente 3.400 familias nas regiões do Litoral , Curimataú,  Seridó e Cariri.

Integracão – No início da tarde, às 12h30, Ricardo participa do início dos trabalhos do programa Paraíba Integrada, lançado pelo governador no dia 28 de março na cidade de Patos, no Sertão do Estado. O programa vai fazer a integração do sistema de transporte intermunicipal da Paraíba, envolvendo todos os 223 municípios do Estado.

O DER vai disponibilizar postos de validação para concessão do benefício nas cidades de João Pessoa, Guarabira, Itabaiana, Campina Grande, Patos, Sousa e Cajazeiras. O sistema permitirá que os usuários que necessitem fazer a integração paguem apenas a metade do valor da passagem do segundo trecho, onde não houver linha direta. Isso significa que o cidadão que precisar se deslocar de Campina Grande até Rio Tinto, por exemplo, compre o primeiro bilhete até João Pessoa, e no segundo trecho apresente o comprovante no guichê do Paraíba Integrada, instalado pelo DER, sendo beneficiado com o desconto de 50%. O programa vai beneficiar milhares de paraibanos.

Assistencialismo – No final da tarde, às 16h, o governador visita a Escola Técnica Redentorista (ETER), onde fará a assinatura do convênio para a liberação de R$ 2,4 milhões para oito entidades sociais de Campina.

A liberação da verba foi aprovada pelo Conselho Gestor do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza no Estado da Paraíba (Funcep) na última quinta-feira (28). O montante vai beneficiar a Escola Técnica Redentorista (ETER), Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Fundação Assistencial da Paraíba (FAP), Centro de Recuperação Homens de Cristo, Casa da Acolhida São Paulo da Cruz, Casa da Criança Dr. João Moura, Casa do Menino e Casa da Caridade Padre Ibiapina.

Os recursos provenientes do Funcep que serão destinados à ETER prestarão assistência educacional a 277 jovens carentes, de vários municípios do interior da Paraíba, matriculados em cursos técnicos oferecidos pela instituição de ensino, nas áreas de Enfermagem, Segurança do Trabalho, Informática, Equipamentos Biomédicos, Eletrônica e Telecomunicações e Logística.