João Pessoa
Feed de Notícias

Governador Ricardo Coutinho defende a construção de política regional para o Nordeste

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 - 12:18 - Fotos: 
O governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) chegou por volta 9h40 no XII Fórum de Governadores do Nordeste, em Aracaju, e destacou a importância da reativação de um fórum tão importante para a construção de uma política regional para o desenvolvimento do Nordeste como um todo. “Uma política com base na agregação de valores dos Estados e, ao mesmo tempo, na consciência que toda região tem problemas comuns e é preciso aproximar e convergir  para desenvolver uma capacidade de desenvolver o Nordeste de forma integrada”, completou.

O governador ressaltou que não dá para tratar a segurança em cada Estado separadamente do ponto de vista do crime que se desloca  de outras regiões do país para o Nordeste com ações de arrombamento de caixas eletrônicos, assaltos a bancos  e seqüestros. “ É importante que haja mais que a cooperação que está havendo com o Governo Federal, mas uma política única para a região. Para isso a participação da União é fundamental porque não dá para deixar os Estados resolverem separadamente suas pendências com as polícias, por exemplo, a questão salarial”.

Comércio Eletrônico - Ricardo Coutinho informou que a Paraíba perdeu em 2010 cerca de R$ 73 milhões só de ICMS em compras pela internet e defendeu a tributação para promover a igualdade de competição com os mercados locais. Ele ressaltou que defende as compras pela internet, mas é importante criar mecanismos para evitar que daqui a 5, 6 ou 7 anos se tenha uma desativação de uma grande parte dos comércios locais fazendo com que o dinheiro não circule nos Estados e ocasione a perda de postos de trabalho.  

Integração das bacias - Ele defendeu, ainda, a integração das bacias do Rio São Francisco com os demais Estados,  já que a Paraíba possui 111 cidades que contribuem para essas bacias que receberão as água  do rio. Ele explicou que o Termo de Ajustamento de Conduta do impacto ambiental prevê o saneamento e abastecimento em 100 % dessas cidades. “Queremos que no PAC das Cidades com menos de 50 mil habitantes essa meta seja estabelecida e as obras comecem. Porque não dá para você receber as águas e ao mesmo tempo ter municípios sem tratamento de esgoto e contribuindo para tornar as águas inutilizadas”.   

Orçamento – Sobre o anúncio de cortes de R$ 50 bilhões no orçamento, o governador da Paraíba ressaltou que é preciso tratar os desiguais, de forma que a região Nordeste não pode ter o mesmo tratamento do Sudeste. Ele destacou que isso não é bairrismo, mas uma constatação de quem compreende a situação da União e de Estados como a Paraíba, com 68% da sua receita somente com despesa de pessoal do Executivo. “Estamos fazendo o dever de casa com contenção de despesas, de contratações, a diminuição da folha de pessoal requer do Governo Federal a sensibilidade necessária para fazer com que o Estado volte a normalidade com investimento e desenvolvimento e só vamos ter desenvolvimento se a União ajudar os governadores”, finalizou Ricardo Coutinho.   

O fórum conta com as presenças de todos os governadores do Nordeste, com exceção do governador do Maranhão representado pelo vice-governador Washignton Luiz. O vice-governador da Paraíba, Rômulo Gouveia, e o secretário de Planejamento do Estado, Gustavo Nogueira, também participam do evento em Aracaju que tem como tema central a redução da pobreza no Nordeste. Os governadores estão reunidos neste momento a espera do pronunciamento da presidente Dilma Rousseff que tem chegada prevista no evento às 12h.