João Pessoa
Feed de Notícias

Governador recebe projeto de criação de ZPE em Caaporã

segunda-feira, 13 de agosto de 2012 - 18:52 - Fotos:  Francisco França/Secom-PB

Foto: Francisco França/Secom-PB

A instalação da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) em Caaporã foi discutida na tarde desta segunda-feira (13), no Palácio da Redenção, durante audiência entre o governador Ricardo Coutinho, o presidente da Associação Brasileira da ZPE (Abrazpe), Helson Braga, e os investidores pernambucanos José Roberto Dias e Alexandre Kafu.

Na ocasião, os investidores apresentaram ao governador Ricardo Coutinho o projeto de criação da ZPE de Caaporã, realizado em parceria com a Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep). A proposta também será encaminhada pelo Governo do Estado para apreciação do Conselho Nacional das ZPE, em Brasília, e da Presidência da República.

A previsão é que o grupo invista mais de R$ 10 milhões na implantação da 1ª etapa da ZPE, além dos recursos que virão de cada uma das empresas ou indústrias a serem instaladas na área de 140 hectares do futuro distrito.   Também participaram da audiência o secretário de Planejamento, Gustavo Nogueira, a presidente da Cinep, Margarete Bezerra, o diretor de Desenvolvimento da Cinep, Juliano Gorski, e o técnico Gualberto Freire, da Secretaria de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico.

Ricardo Coutinho destacou que o Estado tem total interesse no andamento desse projeto e que nas próximas semanas agendará audiência com o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Bezerra, em Brasília, para discutir a criação da ZPE, que depende de um decreto assinado pela presidente da República. Ele destacou o potencial de desenvolvimento industrial da região e os investimentos em infraestrutura.

De acordo com presidente da Abrazpe, Helson Braga, a Paraíba está dando passos importantes para expandir sua perspectiva de desenvolvimento e de geração de emprego.  “Esse será um pólo de crescimento e desenvolvimento da Paraíba, com a instalação de empresas de médio e grande porte, que terão que exportar pelo menos 80% da sua produção, de acordo com a legislação atual, ou de 60% como prevê a nova legislação em tramitação no Congresso Nacional”, ressaltou.

O empresário José Roberto enfatizou que não foi por acaso que escolheu uma área na região de Caaporã para implantar o distrito, tendo em vista a proximidade de João Pessoa e por abrigar grandes empreendimentos como Hemobras, fábricas de vidros e a própria Fiat. Ele prevê que a primeira etapa de implantação receba investimentos privados de R$ 10 a R$ 12 milhões e que as obras devem ser iniciadas em seis meses.

A presidente da Cinep, Margarete Bezerra, disse que a ZPE é importante por vários aspectos, como a geração de milhares de empregos e de receitas e por atrair empresas exportadoras que têm um perfil tecnológico. “Atuamos na elaboração do projeto da ZPE, na atração das empresas e na infraestrutura do entorno para tornar a área um pólo de atração de empresas”, explicou.