Fale Conosco

8 de julho de 2009

Governador recebe consul alemão



Empresários alemães estão manifestando o interesse de melhor conhecer as potencialidades da Paraíba, para definir futuros investimentos, principalmente no setor de turismo, no cultivo de cana-de-açúcar e na produção de energia eólica, que começa a despontar como fonte alternativa energética, segundo revelou o cônsul geral da República Federal da Alemanha, Thomas Wuifinrg, após audiência com o governador José Maranhão, no Palácio da Redenção, nesta quarta-feira (8).

O cônsul alemão disse que foi muito positivo o encontro com o governador, porque discutiram a assinatura de futuros termos de cooperação. Ele recebeu como presente um catálogo que registra os 50 anos de pintura do artista plástico Flávio Tavares, secretário executivo da Cultura, além de outros brindes.

“Há uma grande competitividade entre os Estados para atrair empresários, mas há uma possibilidade de empresas alemãs virem investir aqui e realizar comércio com a Paraíba”, afirmou o cônsul. Revelou que enquanto se deslocava da cidade do Recife para a Paraíba teve oportunidade de observar as grandes plantações de cana, uma área onde as empresas alemãs têm muito interesse.

Para ele, a Paraíba tem muitas chances de fazer parcerias com a Alemanha, porque se trata de um Estado que tem uma diversidade cultural muito grande e uma potencialidade invejável para investimentos. “A Paraíba tem também muitos recursos naturais e isso abre uma possibilidade de aproveitamento interessante. Pessoalmente vejo muitas chances de parcerias futuras”, comentou.

Destacou a posição geográfica da Paraíba como um dos fatores que contribuem para atrair investimentos turísticos, “além de contar com belas praias, por estar numa região que tem temperatura agradável e calor, coisas que os alemães gostam, afora o jeito alegre e hospitaleiro do povo brasileiro. Isso é algo que muito interessa aos investidores da Alemanha”, disse.

José Nunes, da Secom-PB, com fotos de Mano de Carvalho