João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo recebe associação interessada em implantar ZPE em Caaporã

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012 - 19:09 - Fotos: 

Foto: Francisco França/Secom-PB

O município de Caaporã deverá ganhar uma Zona de Processamento de Exportação (ZPE) para abrigar empresas que exportam pelo menos 80% da sua produção. Na tarde desta quinta-feira (2), o governador Ricardo Coutinho e a presidente da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep), Margarete Bezerra, receberam o presidente da Associação Brasileira de Processamento de Exportação (Abrazpe), Helson Braga, e empresários interessados em instalar uma ZPE com investimento privado, em uma área de 159 hectares, em Caaporã.

O presidente da Abrazpe, Helson Braga, apresentou ao governador o modelo da ZPE que está sendo implantado em 22 áreas no País e os motivos, como logística, localização e estudos que indicaram a região da mata sul da Paraíba como tendo grande perspectiva de crescimento industrial.

Helson Braga explicou que a área e a instalação das empresas ficarão a cargo dos empresários e que caberá ao Estado organizar a infraestrutura básica, como água, saneamento, luz e estradas.  Ele informou que, num prazo de 60 a 90 dias, a Abrazpe apresentará ao Governo e à Cinep o projeto para instalação da ZPE, com perspectivas do número de empresas, empregos e modelo que promova a exportação de produtos com valor agregado, e não apenas de matérias primas, perfil predominante no Estado.

“Recebemos a autorização do governador Ricardo Coutinho para tocar o projeto e vamos arregaçar as mangas para a implantação dessa área de exportação que será importante para a política de desenvolvimento implantada pelo Estado”, destacou o presidente da Abrazpe.

Foto: Francisco França/Secom-PB

Um dos empresários interessados em instalar uma indústria de máquinas e equipamentos pesados é José Romero Dias, da XCNG Brasil. Ele destacou que a região de Caaporã, Pedras de Fogo e Conde passará por uma expansão industrial e a instalação da ZPE tem como foco aproveitar a instalação do Polo Farmacoquímico e do Complexo Industrial da FIAT.

O governador Ricardo Coutinho afirmou que o Estado está de braços abertos para a participação da iniciativa privada e que o Estado garantirá a infraestrutura básica para a implantação da Zona de Exportação. “Temos um projeto de expansão industrial que, certamente, promoverá, em alguns anos, o desenvolvimento do Estado. Não poderíamos continuar num Estado onde 46% da massa salarial é ligada ao poder público. Por isso estamos tendo uma postura agressiva para atrair empresas que gerem empregos e renda”, disse o governador.