João Pessoa
Feed de Notícias

Governador prestigia lançamento do livro de Murilo Melo Filho, na FCJA

quarta-feira, 17 de março de 2010 - 11:19 - Fotos: 
O governador José Maranhão e sua esposa, a desembargadora Maria de Fátima Bezerra Cavalcanti, prestigiaram, na noite desta terça-feira (16), o lançamento, a nível nacional, do livro ‘O Brasileiro Rui Barbosa’, de autoria do acadêmico e jornalista Murilo Melo Filho.

A mais recente biografia sobre um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras foi lançada na Fundação Casa de José Américo, na orla de João Pessoa, com a presença de diversos intelectuais paraibanos.

O governador Maranhão revelou que o jornal e editora A União, nesta gestão do superintendente Nelson Coelho vem editando vários títulos inclusive livros de escritores famosos como “O Brasileiro Rui Barbosa” de Murilo Melo Filho.

“Isto prova que A União está no caminho certo, valorizando a nossa arte, a nossa cultura, as nossas letras e realmente A União tem esta tradição, a gente fica muito feliz de vê que o jornal e a editora estão no rumo certo”, revelou o governador, acrescentando que o jornal é diário mas, acima de sua função informativa, tem o compromisso com o cultural. “A editora assim como o jornal A União na sua origem foram constituídos para funcionarem como instrumento do poder público a serviço da arte e da cultura”, revelou.

“O Governo da Paraíba hoje reconhece e respeita o papel de A União, o de ser um instrumento de divulgação da nossa atividade intelectual na arte, na cultura”, afirmou o governador. Maranhão destacou “a postura correta do superintendente Nelson Coelho, que está agora dando mostras que além de jornalista é também administrador, pelo trabalho extraordinário que vem fazendo à frente de A União”.

Maranhão afirmou que Murilo Melo Filho é uma das expressões da imprensa brasileira com uma história de 60 anos de jornalismo, que atuou como correspondente de guerra e diretor de grandes revistas de circulação nacional, repórter que foi um dos primeiros a cobrir o início da construção de Brasília. Maranhão destacou ainda a presença do amigo na Academia Brasileira de Letras.

A vice-presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargadora Maria de Fátima Bezerra Cavalcanti, que escreveu um dos textos de apresentação do livro de Murilo, revela que intitularia a obra como ‘Um Farol para as Futuras Gerações’, porque infelizmente o mundo moderno e a juventude estão esquecendo de ler e a leitura é base fundamental para um amadurecimento intelectual.

“Neste livro, Murilo Melo Filho consegue resgatar toda a história do brasileiro Rui Barbosa, de uma forma muito verídica apesar de poética, enaltecendo a luta aguerrida de Rui Barbosa em favor da abolição, do voto direto, da Federação e da República”, destacou a primeira dama.  

A secretária de Comunicação Institucional do Governo, jornalista Lena Guimarães, que escreveu texto de apresentação da obra também prestigiou o lançamento do livro.

Murilo Melo Filho afirmou que sua pesquisa sobre um dos mais ilustres brasileiros ficou pronta há três meses e a convite do Governo da Paraíba decidiu publicar a obra pela Editora A União.

O autor revela que há dez anos a figura de Rui Barbosa está um pouco mais esquecida, sobretudo por gerações mais jovens e o livro objetiva provocar um debate mais intenso sobre a vida e a obra do baiano. “Rui foi um grande brasileiro, grande filólogo, senador, jurista e embaixador na Conferência de Haia onde teve uma atuação maravilhosa”, declarou Murilo.  Em sua explanação de quarenta minutos o autor fez uma síntese de toda a trajetória de Rui Barbosa.
 
Em seu discurso Murilo perguntou quais dos Ruis Barbosas foi maior: o Rui dos direitos humanos, da Águia de Haia; da abolição, o advogado, o educador, diplomata, filólogo, o da campanha civilista, o da oração aos moços ou o Rui do adeus a Machado de Assis?

A presidente da Fundação Casa de José Américo, Letícia das Mercês Maia, afirmou que o lançamento do livro ‘O Brasileiro Rui Barbosa’ marca o início de uma série de eventos culturais este ano na Fundação. Letícia visitou esta semana, no Rio de Janeiro a Fundação Casa de Rui Barbosa, que é um Museu Casa como é a FCJA e conheceu um pouco mais sobre Rui. Ela parabenizou Murilo Melo Filho pela excelente obra e a iniciativa de A União, pelo projeto da obra de excelente qualidade.

Nesta quinta-feira (17) Joacil de Brito Pereira lançará a segunda edição de seu livro ‘José Américo de Almeida – a Saga de uma Vida’, na Fundação Casa de José Américo. No dia 18 também será lançado mais uma obra, bem como no dia 6 de abril. Portanto, revela Letícia, este ano a FCJA terá muitos eventos culturais.

Presente ao lançamento da obra de Murilo Melo Filho o presidente da Academia Paraibana de Letras, Juarez Farias, revelou que o evento foi inusitado: um escritor do Rio Grande do Norte, lança na Fundação José Américo um livro sobre o escritor baiano Rui Barbosa, o que mostra que o Nordeste tem uma cultura muito unificada, muito talhada para ser uma só. Juarez Farias destaca que, de fato, aos poucos, os grandes vultos do Brasil do  século passado vão sendo esquecidos e a obra de Murilo tenta resgatar o perfil republicano de Rui Barbosa, fundamental para a história nacional e para que a sociedade se organizasse sob base mais firme.

Nelson Coelho, superintendente de A União, afirmou que a Paraíba só tem a ganhar derivada para a cultura, para a história e para a literatura. “Hoje nós patrocinamos o lançamento nacional de um livro sobre uma das mais emblemáticas figuras da República Nova, que é Rui Barbosa, como escritor, jurista, político, foi brilhante em todos os sentidos e a Paraíba sente-se recompensada com a presença do jornalista Murilo Melo Filho”.

O superintendente anunciou que outros títulos serão lançados este ano pela Editora A União, inclusive um livro de Nelson Pereira dos Santos.

O acadêmico Murilo Melo Filho revela que ‘O Brasileiro Rui Barbosa’, com 255 páginas, 14 capítulos e ilustrado com mais de uma dezena de fotos, é uma pesquisa realizada num período de dez anos. Para escrever o livro, o autor consultou cerca de 80 obras já publicadas sobre Rui Barbosa, incluindo os próprios textos do ilustre brasileiro, natural da Bahia. A biblioteca do próprio Rui foi uma das fontes de pesquisa.

Josélio Carneiro, com fotos de Ernane Gomes, da Secom-Pb