João Pessoa
Feed de Notícias

Governador presta contas e anuncia novos investimentos na Paraíba

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010 - 19:03 - Fotos: 

O governador José Maranhão reuniu a imprensa, na manhã desta segunda-feira (22), no Palácio da Redenção, para fazer uma prestação de contas do primeiro ano de governo. Na ocasião, ele anunciou obras prioritárias a serem executadas ao longo de 2010, com destaque para infraestrutura, saúde e educação. Maranhão começou a entrevista coletiva mostrando, através de vídeos, como encontrou o Estado, em fevereiro de 2009, e apresentou algumas ações que começam a mudar o perfil econômico e administrativo da Paraíba.

Na ocasião, José Maranhão justificou importância da apresentação da situação em que encontrou o governo, até porque ajudaria a fazer memória da situação reinante a mais de um ano na Paraíba. E lembrou a Caravana da Reconstrução, que percorreu municípios antes de assumir a administração estadual. “Era um quadro desolador”, disse.

Depois de falar acerca do quadro encontrado, o governador exibiu um vídeo onde constam as ações que realizou até agora e fez projeções para até dezembro, igualmente projetando um planejamento de investimentos a longo prazo. A proposta é que a Paraíba tenha um planejamento para os 10 anos seguintes e com as ações que venham a ser executadas possa conquistar uma posição de destaque no Nordeste.

A meta é criar uma infra-estrutura de transporte para atender a demanda da região metropolitana, a começar pela construção da Via Jaguaribe, que consiste num viaduto de integração das avenidas Beira Rio, Epitácio Pessoa e Ruy Carneiro, composta de três rotatórias, com investimentos de R$ 42 milhões – já em fase de licitação –, e mais duas pontes sobre o Rio Jaguaribe, além de duas vias duplas marginais ao rio e ao viaduto da Epitácio Pessoa.

Ainda com relação à região metropolitana, o Governo do Estado está preocupado em melhorar a qualidade do transporte de massa. O governador José Maranhão informou que a meta é construir binários, sendo um na cidade de Bayeux e outro visando chegar a Jacumã, de modo a proporcionar agilidade no deslocamento da população destas cidades.  Também há a possibilidade de viabilizar a execução do projeto conhecido como veiculo leve em trilhos e veiculo leve em rodas, cobrindo toda a cidade.

“Vamos integrar a Paraíba no cenário regional e ocupar lugar de destaque. Há uma cadeia de investimentos para a retomada do crescimento e se destacar na economia regional”, afirmou.  Uma das ações definidas nesta direção é a construção de um novo porto, que será localizado em águas profundas, que passará a ser um dos três maiores do Nordeste. Serão investidos R$ 3 bilhões na primeira fase, obtidos em parceria com o setor empresarial internacional, enquanto o atual porto passará por melhorias para garantir um calado em torno de 11 metros, com investimentos de R$ 40 milhões”.

O Centro de Convenções, localizado em João Pessoa, é outra obra que deixará a Paraíba em situação privilegiada, segundo Maranhão. Seu início só foi possível depois da solução de pendências junto ao Tribunal de Contas da União, 60 dias após a posse do atual governo. Junto com a liberação veio o desembargo ambiental do Pólo Turístico Cabo Branco, um projeto que há 20 anos não saia do papel, lembrou o governador.

Outro projeto anunciado pelo governador foi a execução do sistema adutor Acauã, que beneficiará 135 mil habitantes de 10 cidades, de onde sairá um canal interligando a Barragem de Araçagi, que vai garantir a irrigação na região do Brejo, com investimentos de R$ 1,5 bilhão, cujo projeto está elaborado e em fase de licitação. Este projeto é mais um passo para consolidar a transposição de águas do Rio São Francisco na Paraíba, interligando pequenas barragens e criando um pólo de irrigação no Brejo.

Tratando de projetos de irrigação, o governador José Maranhão destacou o das Várzeas de Sousa, que, segundo ele, foi encontrado abandonado, trazendo muitos prejuízos para a economia estadual e corte de oportunidades de mais empregos. “Se tivesse sido colocado em funcionamento, estaria hoje injetando na economia da Paraíba no mínimo R$ 150 milhões ao ano, com preço em nível de produtor”, afirmou. E disse acreditar que até junho próximo os projetos de irrigação estejam em funcionamento.

Ao falar sobre a recuperação de mais de cinco mil quilômetros de rodovias estaduais, com investimentos de R$ 31 milhões, garantiu a pavimentação de 1.018 quilômetros a partir deste ano, beneficiando diversas cidades. E anunciou a implantação da Rodovia do Forró, que é a duplicação da BR-104, com cerca de 100 quilômetros, interligando a fronteira Caruaru, em Pernambuco, até a cidade de Remigio, passando por Campina Grande.

Outro tema abordado pelo governador, foi com relação a prioridade para o ensino profissionalizante para atender a demanda da juventude para se capacitar ao mercado de trabalho. A Universidade Estadual da Paraíba terá seu orçamento aumentado para garantir a expansão de suas atividades. “Vamos preparar o estudante do segundo grau para o mercado de trabalho, atendendo a exigência do mercado”, comentou.

Com relação ao setor de segurança, lembrou que foram adquiridas 150 novas viaturas e mais 200 estão em fase de negociação para serem entregues à Policia, além de equipamentos e armamentos comprados nos últimos meses. Dois helicópteros estarão à disposição da policia em breve, sendo um adquirido pelo Governo do Estado e outro cedido pelo Ministério da Justiça.

Integrantes da bancada de sustentação do governo na Assembleia Legislativa, deputados federais e todo o secretariado, juntamente com alguns auxiliares da administração direta e indireta, participaram da conversa do governador com a imprensa, que durou 2h20. Também estiveram presentes prefeitos das regiões do Brejo e do Sertão.

José Nunes, com fotos de Antônio David e Mano de Carvalho, da Secom