João Pessoa
Feed de Notícias

Governador presente à inauguração de novo serviço do HU da Capital

sexta-feira, 27 de novembro de 2009 - 16:05 - Fotos: 
Os pacientes paraibanos com problemas cardiológicos poderão recorrer ao novo Serviço de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista do Hospital Universitário Lauro Wanderley, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), inaugurado na manhã desta sexta-feira pelo reitor Rômulo Polari. O governador José Maranhão e o secretário da Saúde, José Maria de França, prestigiaram o evento e o chefe do Executivo estadual anunciou o propósito de ampliar as parcerias com o HU para continuar atendendo a população paraibana.

“As parcerias com a UFPB já mostram na prática o excelente atendimento à sociedade”, afirmou e lembrou a assistência a crianças cardiopatas na Maternidade Arlinda Almeida. Destacou a outra parceria firmada entre o Governo do Estado e a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), que está permitindo melhorar o atendimento do Hospital Regional de Cajazeiras, inclusive sendo transformado em centro de estudos e aprendizagem para novos profissionais da área médica.

Eficiência – O reitor Rômulo Polari disse que a meta é transformar o HU numa unidade de grande densidade, mesmo em face das dificuldades, e que isso será possível com as parcerias que estão sendo firmadas, inclusive com a administração estadual. “O governador José Maranhão teve visão eficiente em estender as parcerias com o Hospital Universitário, o que está repercutindo positivamente no atendimento à população”, comentou.  

O superintendente do HU, João Flávio Paiva, disse que a parceria com o Governo do Estado tem sido fundamental para o atendimento de pacientes com problemas cardíacos. “O Governo do Estado cedeu para o Hospital Universitário equipamentos como mesa cirúrgica, carro de anestesia, bisturi elétrico e pessoal. Reativamos a UTI cardiológica com esses equipamentos, como também fizemos cirurgias cardíacas em numero de 15 num mês, já por conta dessas melhorias”, disse.

Com a conclusão das obras no sétimo pavimento do prédio do HU, é pensamento de sua direção realizar mais uma parceria com o Governo do Estado. “É uma parceria que deve ser mantida e ampliada, e somente desta maneira é possível levar à sociedade os procedimentos cirúrgicos”, disse.    

O Serviço de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista do HU, que estava desativado há 10 anos, agora conta com dois leitos pós-exames de pacientes e ambulatoriais. Depois do atendimento, o paciente com problemas cardiológicos retorna para o outro serviço de origem.

José Nunes, com fotos de Mano de Carvalho, da Secom-PB