Fale Conosco

7 de julho de 2009

Governador participa do lançamento da transmissão da TV digital na PB



O governador José Maranhão participou, na noite desta segunda-feira (6), do lançamento da transmissão do sistema digital na Paraíba, através do sinal da TV Cabo Branco. O evento aconteceu na sede da emissora, reunindo políticos, empresários, artistas e autoridades de todo o Estado.

Maranhão falou da importância da implantação do sistema digital no Estado e destacou o lado empreendedor do presidente da Rede Paraíba de Comunicação, José Carlos da Silva Júnior. “O Sistema Paraíba colocou o Estado na vanguarda da TV digital. Com qualidade e mobilidade, onde você pode sintonizar uma TV como se fosse um radinho de pilha, sem precisar de uma antena especial, no seu transporte, no ônibus, no trem. José Carlos com seu talento e obstinação faz com que nosso Estado de forma pioneira ingresse na era digital”, ressaltou.   

O presidente da Rede Paraíba, José Carlos da Silva, destacou a presença do governador no lançamento da TV digital e do seu compromisso de tornar o Estado cada vez maior, através de investimentos dessa natureza. “Agradecer a presença do governador que muito nos honrou e juntos podermos fazer da Paraíba um grande Estado amanhã”, acrescentou.

O vice-governador, Luciano Cartaxo, disse que o momento era histórico para o Estado e uma nova geração estava surgindo com informações de alta qualidade. “Quando a TV digital começar, o processo da interatividade vai ser um avanço para a cultura do povo brasileiro”, enfatizou. 

A Paraíba é o quarto Estado do Nordeste e João Pessoa a décima Capital do Brasil a implantar o sistema digital. Além da Paraíba, a transmissão digital está sendo feita nos Estados da Bahia, Ceará e Pernambuco. A TV digital surge como uma evolução da TV analógica, permitindo interatividade, mobilidade, alta definição de som e imagem. A transmissão digital permitirá a recepção do sinal de TV em equipamentos portáteis, que poderão, inclusive, estar em movimento, como televisores e computadores de mão equipados com receptor de TV ou telefones celulares.

Gledjane Maciel, da Secom, com fotos de Mano de Carvalho