João Pessoa
Feed de Notícias

Governador participa de desfile e recebe homenagem de aldeia indígena

quarta-feira, 7 de setembro de 2011 - 16:31 - Fotos:  Walter Rafael/Secom-PB

Governador faz a revista das tropas. Fotos: Walter Rafael/Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho assistiu, na manhã desta quarta-feira (7), ao desfile cívico militar realizado na Avenida Duarte da Silveira em homenagem à Independência do Brasil. Às 8h, houve revista as tropas com a participação do governador, do general de Brigada Márcio Velloso Guimarães e dos coronéis Jair Carneiro de Barros e Euller de Assis Chaves, comandantes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar da Paraíba, respectivamente.

Após o hasteamento dos Pavilhões Nacional (Ricardo Coutinho), da Paraíba (general Velloso) e da cidade de João Pessoa (Luciano Agra), o governador concedeu entrevista e falou da satisfação de, pela primeira vez, participar do ato como governador do Estado, afirmando que a Paraíba está avançando e que o momento é de alegria. “A Paraíba é um estado que está mostrando o seu potencial’, afirmou.

O desfile foi iniciado logo depois de o governador e o general Velloso realizarem a revista da tropa e chegarem ao local do evento num veículo de combate Urubu, do Exército Brasileiro. Sempre ao lado da esposa, a jornalista Pamela Bório, e do filho Henry, o governador assistiu a todo o desfile e, ao final, apagou a pira acesa na frente do DER. Depois, fez questão de cumprimentar o público.

Hasteamento dos pavilhões Nacional, do Estado e da Capital

Desfile – Representantes da Funad foram os primeiros a desfilar. Comemorando 20 anos de existência, o pessoal da Funad chamou a atenção das autoridades e do público que compareceu ao desfile, arrancado aplausos de todos.

Ainda no palanque, o governador recebeu uma comitiva de indígenas da aldeia Potiguaras, das reservas de Baía da Traição e Marcação, que lhe entregou um cocar e uma camiseta. Ricardo Coutinho disse que foi muito importante a participação dos indígenas no desfile deste ano. “Eles representam o início da civilização brasileira, jamais poderiam ser excluídos desta festa”, disse o governador.

Fizeram parte do desfile vários educandários particulares e públicos, as forças do Exército e da Marinha, o Corpo de Bombeiros, as polícias Militar e Civil, a Cavalaria da Polícia Militar e as polícias Federal e Rodoviária Federal. O diferencial deste ano foi a participação dos índios e de outras entidades de classe no desfile, como o MST e o Pró Moradia, que elogiaram a iniciativa do Estado em promover sua inclusão.