João Pessoa
Feed de Notícias

Governador faz balanço de sua viagem a Sousa

terça-feira, 22 de dezembro de 2009 - 15:26 - Fotos: 
A cidade de Sousa está sendo beneficiada com diversas obras do Governo do Estado. Nesta terça-feira, no programa semanal de rádio “Palavra do Governador”, José Maranhão fez um resumo das ações empreendidas no município. No último sábado, Maranhão visitou a cidade para inspecionar as obras e conversar com a população, as lideranças, ouvir seus pleitos. No Cento de Treinamento de Professores Governador Antonio Mariz, Maranhão anunciou a construção de 578 habitações populares,  além da instalação da Delegacia da Mulher.
O governador ainda anunciou três obras importantes para Sousa: a construção da Central de Abastecimento da Empasa; a construção de um ginásio de esportes no Distrito de São Gonçalo e outro ginásio na sede do município. Na região, Maranhão também inspecionou as obras de restauração da ponte do Boi Morto, que é uma obra importantíssima para toda a região. Esta obra está orçada em R$ 1,4 milhão.

A agenda de Maranhão em Sousa incluiu ainda a visita ao Projeto de Irrigação das Várzeas de Sousa (PIVAS). Foram entregues escrituras públicas a 178 agricultores do projeto. Na ocasião, também foi assinado contrato de concessão do direito real de uso de mais de mil hectares para beneficiar  outras 141 famílias de trabalhadores  que ocupam parte da área do PIVAS, além de assinar ordem de serviço para aquisição de equipamentos de irrigação.

O governador também autorizou a construção do Centro Gerencial do projeto e a conclusão da rede de distribuição d’água. Apenas nesta etapa de aquisição de equipamentos e materiais diversos de irrigação, a ser utilizado nos mil primeiros hectares do projeto PIVAS, estão sendo investidos R$ 5 milhões. “Quando estiver em pleno funcionamento, o projeto de irrigação Várzeas de Sousa vai injetar anualmente cerca de 200 milhões de reais na economia paraibana”, revela Maranhão.

 O projeto compreende um perímetro total de  6.335 hectares, sendo cinco mil irrigáveis com uma área de reserva legal e preservação permanente de 1.473 hectares. São 19 lotes empresariais com 178 lotes para pequenos proprietários e ainda três experimentais, onde hoje já estão sendo plantadas culturas de milho, romã, goiaba, coco, manga, além de hortaliças.

O projeto Várzeas de Sousa foi construído, ainda no primeiro mandato do governador Maranhão, quando foram investidos R$ 200 milhões. “Após 7 anos paralisado pela inércia da gestão anterior, conseguimos, através de muito esforço, retornar os investimentos”, destacou o governador Maranhão.

 Para se ter uma idéia dos obstáculos encontrados, o governo anterior não prestava contas do que tinha sido investido nas Várzeas de Sousa desde  2007 e aí está a razão pela qual o projeto estava parado. Ainda em Sousa, Maranhão assinou a autorização para a construção de casas na zona urbana da cidade. O projeto prevê 268 casas em um conjunto habitacional, além da retomada de outros dois núcleos com 160 novas moradias.

Foi igualmente autorizada a doação, através da Companhia Estadual de Habitação Popular Cehap, de um terreno com seis hectares para a secretaria de infra-estrutura construir mais 150 casas na cidade.  

Os três conjuntos habitacionais serão construídos com recursos próprios do Estado e financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social -  BNDES e a Caixa Econômica federal, no total serão investidos mais de R$ 7 milhões nesse setor, em Sousa. Maranhão destacou também as obras em execução na igreja matriz de Sousa, uma obra valiosíssima do patrimônio histórico da cidade e do Estado. Nesse projeto de restauração está sendo investido R$ 1 milhão.cerca de um milhão e 13 mil reais.

Josélio Carneiro, da Secom