João Pessoa
Feed de Notícias

Governador entrega certificados aos maiores contribuintes de ICMS em 2011

sábado, 18 de agosto de 2012 - 13:47 - Fotos:  Alberi Pontes/Secom-PB

“A Paraíba conta com essas empresas no processo de crescimento e modernização da economia, na geração de emprego e na melhoria da qualidade de vida dos paraibanos”, destacou o governador Ricardo Coutinho durante a solenidade de premiação dos 100 maiores contribuintes do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), na sexta-feira (17), na Blu’nelle Recepções, em João Pessoa.

A Revista Resumo divulgou o ranking dos 100 maiores contribuintes da Paraíba no ano de 2011, com destaque para os setores de combustível, telefonia, energia e alimentos. Na festa, o governador Ricardo Coutinho foi homenageado com o troféu Gestor Público 2011 e entregou certificados de Contribuintes do Desenvolvimento aos representantes de algumas das empresas instaladas no Estado.

No ranking dos maiores contribuintes em 2011 estão Petróleo Brasileiro (recolhimento de R$ 410.818.813,70), Energisa Paraíba (R$ 235.688.683,18), Telemar (R$ 77.846.724,13), TNL Telefonia (R$ 74.875.810,75), Tim Celular (R$ 63.752.745,69), Ambev (R$ 51.420.193,37), Sousa Cruz (R$ 48.849.192,15), Claro (R$ 40.257.194,61), Energisa Borborema (R$ 39.136.607,59) e Refrescos Guararapes (R$ 36.643.975,29).

Entre as cinco empresas genuinamente paraibanas quem mais contribuíram estão as do grupo São Braz (R$ 15.612.624,02) , do grupo N Claudino (R$ 13.379.348,42), do grupo Rio do Peixe (R$ 10.859,447,65), do grupo Elisabeth (R$ 10.773,723,75) e do grupo Nordece Distribuidora (R$ 9.506.870,30). Os representantes das empresas foram homenageados pela revista Resumo, que tem como diretor executivo Mozart Coelho Montenegro.

Segundo do secretário da Receita Estadual, Marialvo Laureano, no ano passado, cerca de 60% da arrecadação do ICMS vieram das 100 maiores empresas com inscrição estadual. O montante foi de R$ 1,687 bilhão do total de R$ 2,857 bilhões recolhidos em 2011. “O ICMS é o principal tributo e representa quase 95% da arrecadação própria do Estado. Esse dinheiro possibilita que o Governo possa investir em obras, infraestrutura e geração de empregos”, destacou.

Para o governador Ricardo Coutinho, num cenário de queda na arrecadação do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e de crise internacional, é importante melhorar as condições do Estado para a atração de empresas.  “Estamos conseguindo aumentar o ICMS. Desta forma estamos garantindo o ajuste das contas, mantendo os pagamentos em dia e realizando investimentos em infraestrutura”, disse o governador.

Investimentos privados - Ricardo destacou que a estratégia agressiva adotada pelo governo permitirá num futuro próximo captação de investimentos privados em níveis cada vez maiores. “Isso é muito positivo, pois gera tributos, e principalmente renda e empregos. Estamos avançando muito em relação a 2010 que registrou um investimento privado de R$ 12 milhões. Nestes 18 meses assinamos protocolos para instalação de empresas no valor de R$ 1,4 bilhão, o que representa um salto no desenvolvimento e a confirmação de que o caminho do equilíbrio fiscal é o mais correto para o nosso crescimento”.

O presidente da Federação do Comércio da Paraíba, Marconi Medeiros, reconheceu o esforço do Governo e da classe empresarial para alavancar o desenvolvimento do Estado. Ele destacou que a Paraíba vive um bom momento com a instalação de novas empresas e ampliações. Ele lembrou que a inauguração do Centro de Convenções de João Pessoa ajudará na movimentação do setor de serviços e na atração de novas empresas. “Nós da Paraíba estamos de braços abertos para receber os que querem investir aqui, pois quem mais ganhará com isso será a população com mais oportunidades de empregos e oportunidades de renda”, destacou.

A solenidade de premiação dos 100 maiores contribuintes contou com as presenças do deputado federal Damião Feliciano, do secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Renato Feliciano, da primeira dama do Estado, jornalista Pâmela Bório, do presidente do Conselho Nacional de Contabilidade, Juarez Domingues, do vice-presidente da Fiep, Ronaldo Farias, do presidente da Federação do Comércio da Paraíba (Marconi Medeiros), do presidente da CDL-JP, Eronaldo Maia, e do presidente da Associação dos Supermercadistas da Paraíba, Cícero Bernardo, além de vários empresários.