Fale Conosco

1 de dezembro de 2011

Governador e produtores discutem cota de exportação do açúcar em Brasília



O governador Ricardo Coutinho solicitou acréscimo da cota de exportação do açúcar produzido na Paraíba para os Estados Unidos, durante audiência na manhã desta quinta-feira (1º) com o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, José Alberto Bento Ribeiro. Essa foi a principal pauta levada pelo Governo da Paraíba e pelo presidente do Sindicato da Industria de Fabricação do Álcool da Paraíba (Sindálcool), José Bolívar, e seu presidente executivo, Edmundo Coelho Barbosa, ao ministério.

Ricardo relatou ao ministro que o atual modelo adotado por portaria do Ministério da Agricultura é desproporcional, tendo como base os estados do Rio Grande do Norte, Pernambuco e Alagoas, que possuem bem cota superior de exportação. De acordo ele, este é um pleito legítimo do Sindicato do Álcool e de demais entidades do setor sucroalcooleiro do Estado, além de ser uma questão de justiça com os produtores e trabalhadores dessa área, que são beneficiados com a participação nos lucros a partir da elevação da receita.

Edmundo Barbosa defendeu a adoção dos mesmos critérios da cota dos estados da região para a definição da cota de exportação para os Estados Unidos, como forma de fortalecer a indústria do açúcar. “Reivindicamos a elevação da cota americana para 8,5% do volume total, e não 2,56%, como tem acontecido ano após ano. Esse assunto deve ser considerado em nome dos interesses do país e da industria do etanol e do açúcar, e o empenho do governador fortalece o pleito”, completou Edmundo Barbosa.

O ministro Ribeiro destacou que uma equipe técnica já está estudando a reivindicação da Paraíba e garantiu agilidade para que a questão avance e seja incluída na próxima anual, entre os meses de agosto e setembro de 2012. Ele recebeu as demais demandas do Governo do Estado na área de desenvolvimento agropecuário e defesa animal e ressaltou que o ministério está à disposição da Paraíba para o seu desenvolvimento.

Equipamentos – Durante a reunião, Ricardo Coutinho também solicitou apoio do ministério para a aquisição de patrulhas mecânicas (patrol, retroescavadeira e caçambas), para a utilização em obras de melhoria do tráfego nas estradas vicinais; a instalação de uma agroindústria de beneficiamento do arroz vermelho no Vale do Piancó; e uma agroindústria-escola na estação de Alagoinha, para profissionalização da fabricação de cachaça e da rapadura.