João Pessoa
Feed de Notícias

Governador discute com ministro obras que garantem água para semiárido

terça-feira, 24 de abril de 2012 - 22:11 - Fotos:  Foto: L. Barbosa/Secom-PB

Foto: L. Barbosa/Secom-PB

A abertura da licitação para implantação da adutora de Camará e o convênio que vai possibilitar a construção da barragem de Pitombeira foram temas da audiência que o governador Ricardo Coutinho manteve com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, na tarde desta terça-feira (24) em Brasília.

“Amanhã (25), o ministro já deve assinar a portaria que vai dar o direito de licitar a adutora de Camará e conseguimos também na reunião providenciar o convênio para que o Estado possa construir a barragem de Pitombeira. São construções de extrema importância para o Estado”, afirmou o governador, logo após a audiência.

Na primeira etapa da obra, a adutora de Camará vai atender 12 municípios. Deverão ser investidos R$ 39 milhões para o sistema de abastecimento de água com adutoras e estações. Outros R$ 7 milhões estão previstos para a construção da barragem de nível Pitombeira, que reforçará o sistema de abastecimento de Alagoa Grande.

“A população não vai mais precisar se preocupar com a falta de água na região, que durante anos vem sofrendo com a forte seca. Esse desenvolvimento é fundamental para sobrevivência de quase 2 milhões de paraibanos que vivem hoje no semiárido.  A situação está caótica e pode ser normalizada com o andamento dessas obras”, declarou o governador, ao ressaltar a importância das obras.

Durante a reunião, também foi tratada a assinatura da ordem de serviço para construção do canal de integração, que vai levar as águas de Acauã até a barragem de Araçagi.

O governador Ricardo Coutinho deverá manter novo encontro com o ministro Fernando Bezerra no próximo dia 4 de maio, quando serão assinados os termos de compromisso do projeto “Água para Todos”. O projeto beneficiará todos os brasileiros com a construção de mais 206 barragens, 4 mil cisternas e outras importantes intervenções para amenizar os efeitos da seca.

Foto: L. Barbosa/Secom-PB

Ricardo Coutinho acredita que com essas medidas, nos próximos anos, haverá condições de oferecer segurança hídrica para as regiões mais afetadas pela ausência de uma política de distribuição de água para os ali residem.

Durante a audiência, o governador esteve acompanhado do secretário executivo de obras do PAC, Ricardo Barbosa, e do secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, João Azevedo.