João Pessoa
Feed de Notícias

Governador destaca êxito já obtido no XI Salão de Artesanato Paraibano

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010 - 13:16 - Fotos: 

O governador José Maranhão visitou, na noite desta quinta-feira (14), o XI Salão de Artesanato Paraibano, que acontece até este domingo na Praça do Povo do Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa. Na companhia de sua esposa, a vice-presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Maria de Fátima Bezerra Cavalcanti Maranhão, e diversos secretários de Governo, Maranhão permaneceu no Salão de Artesanato das 19h30 às 22h30.

Ele conversou com artesãos, ouviu elogios sobre o novo formato do salão, um projeto da arquiteta Sandra Moura, presidente de honra do Programa do Artesanato Paraibano, e constatou que os expositores estão satisfeitos com as vendas. Marielza Araújo, gestora do programa, revelou que a meta de R$ 1 milhão em vendas já foi ultrapassada.

Na avaliação do governador, o XI Salão de Artesanato Paraibano tem obtido êxito, com um fluxo muito grande de visitantes e volume expressivo de vendas e negócios fechados para posteriores entregas de produtos encomendados. Ele avaliou que o artesanato paraibano é nota 10.

“O artesanato da Paraíba chegou a níveis de qualidade que pode competir com os melhores artesanatos do Brasil e do Mundo, porque aqui nós temos arte, cultura popular e um talento muito expressivo dos artesãos”, revelou, complementando que eles fazem tudo com amor, dedicação e sobretudo com espírito de que estão produzindo verdadeira arte popular. Maranhão acrescentou que os artesãos paraibanos estão de parabéns pelo talento, pela qualidade das peças produzidas.

A presidente de honra do Programa de Artesanato Paraibano, a arquiteta Sandra Moura, destacou a importância do evento este ano passar a ser realizado no Espaço Cultural, um ambiente do Governo do Estado que está sendo revisitado. “As pessoas que vêm ao salão conhecem e apreciam a cultura paraibana, e ao mesmo tempo levar algum souvenir para seu lugar de origem”.  A arquiteta revelou que o governador Maranhão é um gestor que pensa no macro, no povo paraibano e no que se pode deixar de legado e cultura para o nosso estado.

Marielza Araújo, gestora do Programa do Artesanato Paraibano, afirmou que praticamente a meta de R$ 1 milhão em vendas já foi atingida. De acordo com ela, além das vendas durante o salão, o artesão realiza negócios direto com os clientes, lojistas que visitam o evento e fazem encomendas de determinadas peças artesanais. 

“É uma oportunidade muito grande que o artesão tem de ter contato direto com o cliente, sem atravessadores, praticando o seu preço justo, mostrando seu produto”. Marielza acrescentou que, com isto, se pratica a preservação da cultura paraibana e gera renda para o artesão paraibano. A média de visitas por noite oscila entre duas mil e cinco mil pessoas. O salão funciona das 15h às 22h. Vans transportam turistas direto dos hotéis para visita à feira de artesanato.

O presidente da Fundação Espaço Cultural, Maurício Burity, revelou que é importante o órgão ter acolhido o salão de artesanato e acredita que a feira agora será realizada sempre naquele ambiente público. O artesão e artista plástico, Carlos Apolo, de Santa Rita, está satisfeito com as vendas. Ele faz esculturas com jornais e revistas há doze anos. A cada dia ele cria novas técnicas. Carlos recebeu a visita do governador em seu estande e ouviu dele elogios ao seu trabalho.

Diversos auxiliares do Governo prestigiaram a visita que o governador fez ao salão de artesanato, a exemplo do secretário de estado, Marcelo Weick, (Casa Civil), Lena Guimarães e Genésio Sousa (Comunicação), João Bosco Teixeira, superintendente da PBPrev, Tereza Alice Bezerra Cavalcanti Teixeira, presidente do Cendac, dentre outros.

Josélio Carneiro, com fotos de Evandro Pereira, da Secom