João Pessoa
Feed de Notícias

Governador assina projeto criando Conselho Estadual de Defesa Social

quinta-feira, 7 de julho de 2011 - 09:20 - Fotos: 

O governador Ricardo Coutinho assinou na noite desta quarta-feira (6), Projeto de Lei que dispõe sobre a organização e o funcionamento do Conselho Estadual de Defesa Social e lançou a Campanha Estadual de Desarmamento com a ativação do Comitê Paraibano pelo Desarmamento.

A assinatura aconteceu na abertura do Fórum Paraíba Unida pela Paz que contou com mais de 800 participantes que lotaram o Teatro Paulo Pontes do Espaço Cultural.

O governador Ricardo Coutinho ressaltou que a promoção da segurança pública deve vir acompanhada de políticas públicas que gerem uma melhor qualidade de vida e, ao mesmo tempo estejam articuladas com a população e os diferentes níveis de governo. “Ao realizarmos esse Fórum estamos iniciando um processo de construção democrática com os diversos setores da sociedade do Plano Estadual de Segurança a ser implantado na Paraíba”.

“Considero a experiência repassada pelo governador Eduardo Campos com a implantação do Pacto pela Vida em Pernambuco como uma referência para todos os estados nordestinos na redução da criminalidade, dentro das peculiaridades de cada estado e de suas administrações”, completou.

Ele ressaltou que a Paraíba tem uma caminhada muito longa para a redução da criminalidade, mas isso deve ser feito com inteligência, com tecnologia, com aumento do efetivo e melhoria das condições de trabalho. “Essas questões estão sendo percorridas pelo governo e temos conseguido avanços com prisões de quadrilhas de roubo a banco, aumento das apreensões de crack e de armas e a redução dos homicídios em todas as regiões, exceto na Capital, onde já há uma desaceleração”.

Ricardo admitiu dificuldades para redução dos homicídios, mas disse que o governo em seis meses registra avanços como a queda em 29% dos crimes na regional de Catolé do Rocha, 16% na regional de Patos, 11,3% na regional de Campina Grande, e um declínio nos homicídios na região metropolitana da Capital. Segundo ele, cerca de 90% dos homicídios na Paraíba estão ligados ao tráfico de drogas, principalmente o crack.

“Estamos trabalhando bastante para que possamos, em um futuro bem próximo, colher dados melhores do que estes que conseguimos graças às prisões que estamos conseguindo fazer. Nosso maior desafio é acabar com o medo permanente que deturpa a sociedade e resgatar o sentimento de tranqüilidade”, disse, acrescentando que o armamento da população na ajuda na redução da criminalidade.

Participação pernambucana – O governador de Pernambuco Eduardo Campos falou sobre a experiência da implantação do Pacto pela Vida na política de segurança do seu estado. O plano buscou priorizar duas linhas, a da prevenção nas escolas e imediações, para que o jovem não tenha contato com a droga e por fazer uma repressão qualificada trocando a força pela inteligência assim como foi adotado em várias partes do mundo.

De acordo com Campos, esse encontro entre a prevenção e a repressão qualificada fez os homicídios caírem 40% no Recife em quatro anos. “Isso foi resultado da política que estruturamos, assim como a Paraíba faz hoje ouvindo a sociedade com a participação das forças policiais, do governador Ricardo Coutinho e de técnicos como o secretário de Segurança Claudio Lima que nos ajudou no processo de implantação do Pacto pela Vida”.