Fale Conosco

26 de julho de 2009

Governador anuncia em Gurjão instalação de fábrica de leite em pó e a retomada de programas da ovino



O governador José Maranhão anunciou a instalação de uma fábrica de leite em pó e a retomada do Programa de Ovinocaprinocultura e Piscicultura na região do Cariri paraibano, que vai custar R$ 10 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O anúncio aconteceu neste sábado (25) na cidade de Gurjão, durante a 9ª edição do Bode na Rua.

Maranhão chegou à cidade por volta das 17h, sendo recebido pelo prefeito local, José Martinho Cândido de Castro (PT). Acompanhado do vice-governador Luciano Cartaxo, de secretários, auxiliares da administração estadual, além de representantes do governo federal e de lideranças políticas da região, Maranhão percorreu a principal rua da cidade e visitou os estandes expostos com produtos da ovicultura, recebeu explicações sobre a palma forrageira e conheceu o artesanato feito deito de derivados do bode.

No anfiteatro, onde aconteceu o 1º Fórum de Secretários Municipais de Agricultura, quando foram debatidas estratégias para o desenvolvimento da agropecuária no Estado, o governador lançou também o programa de Peixamento dos Açudes, quando fez a entrega simbólica de alevinos.

Maranhão revelou que o Estado vai retomar a realização de exposições de animais e para isso a Secretaria de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap) está envidando todos os esforços para livrar a Paraíba da febre aftosa.

Num discurso de pouco mais de meia hora o governador, disse que o seu antecessor tentou interromper os programas criados pelo seu governo, no entanto, por serem bons não conseguiu acabar com eles.

Outro anúncio feito por Maranhão foi a distribuição de embriões de raças especializadas para corte e para o leite de cabra, bem como a importação dos melhores rebanhos do mundo com o objetivo de oferecer a ovinocaprinocultura a qualidade necessária.

Para o secretário de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, Rui Bezerra Cavalcante, a ovinocaprinocultura no Cariri dá certo, apesar das opções econômicas da região serem limitadas. Atualmente, produz 14 mil litros de leite de cabra, por dia, distribuídos pelo Programa Leite da Paraíba. O governo que chegar a 30 mil litros-dia.

Rui disse que inicialmente serão distribuídos pelo novo programa de ovinocaprinocultura 35 reprodutores de alto padrão genético, contemplando os produtores de Taperóa, Cacimbas, Desterro, São José dos Cordeiros, Santo André, Salgadinho e Assunção.

Já o presidente da Emepa, José Costa, afirmou que o governo vai retomar a importação de embriões e animais de outros países, como aconteceu no segundo governo de Maranhão.

Para garantir a segurança da 9ª Feira do Bode na Rua, um grupo de policiais militares, pertencentes ao 2º BPM, montou uma barreira na entrada da cidade de Gurjão onde os motoristas e ocupantes tinham documentos verificados e ainda recebiam orientações.

Cardoso Filho, com fotos de João Francisco