João Pessoa
Feed de Notícias

Governador anuncia a construção de mais duas mil casas

segunda-feira, 9 de maio de 2011 - 12:49 - Fotos: 

O governador Ricardo Coutinho anunciou a construção de mais de 2 mil casas em todo o Estado, através de investimentos do Programa Nacional de Habitação Rural, em parceria com o Governo do Estado e prefeituras. Ele ressaltou a importância da política habitacional como fator determinante na melhoria de indicadores sociais e anunciou também uma série de políticas públicas direcionadas aos trabalhadores rurais.

“Assinamos um Acordo de Cooperação do Estado com os Municípios dentro do Programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, destinado às cidades com populações inferiores a 50 mil habitantes. Temos a previsão de que serão construídas cerca de 2.229 casas em todo Estado. Na região, vamos trocar 800 unidades de casas de taipa, por residências de alvenaria. Os municípios que não foram beneficiados não constavam no ‘Programa Minha Casa, Minha Vida’. Pedimos aos prefeitos que ainda não constam na lista do projeto que se articulem para fazer parte dessa política habitacional do Governo do Estado e do Governo Federal”, afirmou o governador, durante plenária do Orçamento Democrático Estadual, realizada na noite do último sábado (7), em Pombal, no Sertão.

Também foi anunciada a construção de várias casas, a partir dos recursos do Governo Federal, com o apoio do Governo do Estado e Prefeituras. Serão 30 casas no município de Belém de Brejo do Cruz, que receberá R$ 90 mil do Estado; 30 casas no município de Bom Sucesso, com investimentos de R$ 60 mil do governo estadual; 30 casas no bairro em Pombal, com contrapartida de R$ 60 mil do Governo do Estado, além de R$ 40 mil dos cofres estaduais para a cidade de Riacho dos Cavalos.

Política habitacional – No mês de abril, o governador e a ministra Inês Magalhães, da Secretaria Nacional de Habitação do Ministério das Cidades, assinaram, no Palácio da Redenção, convênios da ordem de R$ 13 milhões para oferta de moradia destinada a famílias de baixa renda.

O acordo beneficiará inicialmente 61 cidades que não dispunham de condições financeiras para a contrapartida municipal nos projetos habitacionais relacionados ao programa. Com a adesão desses municípios à parceria, o Governo do Estado passará a ajudar também na disponibilização de acompanhamento e fiscalização técnica dos projetos habitacionais que deverão envolver, inicialmente, convênios para construção de 2.500 unidades habitacionais.