João Pessoa
Feed de Notícias

Governador afirma que projetos serão interligados a transposição

sábado, 28 de novembro de 2009 - 11:58 - Fotos: 

O governador José Maranhão (PMDB) afirmou que a Paraíba tem, sim, um projeto para utilizar as águas do rio São Francisco tão logo a transposição chegue ao Estado. Ele informou que o Estado possui 23 barragens construídas, que se integrarão ao processo de transposição do São Francisco. O primeiro trecho das obras do Eixo Leste, que vai beneficiar Paraíba e Pernambuco, está previsto para ser entregue em 2010.

Maranhão citou as Várzeas de Souza, Várzeas do Arroz, Piancó I, II e III como sistemas que serão interligados à transposição. “Essas barragens serão grandes reservatórios e, em torno delas, se dará o processo de irrigação com uma agricultura do século XXI. Esse ponto é importante”.

“Várzeas de Sousa tem uma capacidade instalada de seis mil hectares. Com a transposição, poderá chegar a 20 mil hectares”, explicou ele. O governador informou ainda que sua equipe trabalha no projeto do canal de interligação da bacia de Acauã com a de Araçagi. “Essas barragens serão enriquecidas com as águas do São Francisco e esse canal vai permitir a irrigação de mais 20 mil hectares”, disse.

Ao ser indagado se essas obras ficarão prontas a tempo, o governador respondeu: “Todo  tempo é tempo. O que tem de chegar logo são as águas do São Francisco”. Maranhão afirmou que as barragens já construídas estão automaticamente interligadas e que faltaria apenas a obra que vai interligar Acauã a Araçagi.

Hoje, são mais de 70 obras de abastecimento de água em vários sistemas em andamento em todo o Estado. “Em breve, não fixamos a data, mas a obra já está pronta, nós estaremos inaugurando o sistema Capivara, que vai beneficiar a sete municípios e 16 povoados na região”.

Ele também citou a Adutora São José, que vai abastecer Campina Grande, que já está em vias de conclusão. Tem ainda o sistema da transposição litorânea, que vai atender a Grande João Pessoa e a Adutora do Congo, que beneficiará toda a região do Cariri.

“E outras obras, como o sistema do Brejo/Curimataú, que nós estamos melhorando. Nós fizemos esse sistema na administração anterior, mas agora estamos incorporando outra obra que é o açude de Pirpirituba (senador Humberto Lucena), que vai ser interligado com o Jandaia, cuja obra de construção nós estamos reiniciando”, informou o governador.

Camará – O governador José Maranhão disse que a reconstrução da Barragem de Camará já está em processo licitatório. Ele garantiu que em 30 dias deverá anunciar a ordem de serviço para recomeçar a construção. “Eu vou dizer porque eu insisto em Camará: porque é uma obra interessante para o sistema de abastecimento de água do Planalto da Borborema”.

Segundo Maranhão, afora Camará não teria outra fonte de abastecimento capaz de atender a todos os municípios do Planalto da Borborema. “Nós ficaríamos dependendo do rio Mamanguape e de outros mananciais que estão na parte baixa do Brejo e a transposição dessas águas encareceria muito a obra e, em muitos casos, tornava-se inviável”.

Ele destacou a importância da obra de Camará, cuja capacidade é de 600 milhões de metros cúbicos de água. “A Paraíba não tem uma água melhor que a de Camará e que vai permitir ao atendimento a todas as cidades do Planalto da Borborema”, explicou. A licitação da obra deve ser feita no início de 2010 e a previsão de conclusão é de 90 dias.

Sony Lacerda, da Secom