João Pessoa
Feed de Notícias

Gonzaga Rodrigues e Ângela Castro são os autores da biografia

sábado, 12 de dezembro de 2009 - 12:04 - Fotos: 

Um livro contando a vida do governador José Maranhão, escrito pelo jornalista Gonzaga Rodrigues e pela professora Ângela Bezerra de Castro, que serve como um resgate da história política do Brasil e da Paraíba nas últimas cinco décadas, será lançado na próxima terça-feira (15), no auditório do Espaço Cultura do Unipê. “José Maranhão – Uma Vida de Coerência”, conta com textos de Luiz Augusto Crispim e do secretário de Segundo a professora Ângela Bezerra de Castro, trata-se de um trabalho feito com a participação de outras pessoas que emprestaram suas colaborações, como os professores Francisco Sales Gaudêncio e Francisco Pereira, que ajudaram na pesquisa e  na seleção das ilustrações.

A idéia do livro começou com uma conversa entre amigos, Gonzaga, Luiz Augusto Crispim na casa de Ângela, quando falavam da carreira política de José Maranhão, e decidiram escrever sua biografia para mostrar sua trajetória de homem público. “Ficou um trabalho de equipe, cada um encarregado de uma etapa. Ao escrever o livro tomamos esse ponto de vista de não ser elogioso. Tivemos o propósito de fazer um livro muito real. Nada aqui é irreal. Não há elogio fácil, só relatos. Só tem a reconstituição de episódios e ações da dele que possibilitou traçar o seu perfil”, explicou a autora.

“Foi para nós, e para mim, satisfatório e gratificante poder contribuir um pouco com esta história para fixar a imagem real dele, que às vezes a política distorce”, comentou Ângela. A parceria feita entre ambos para escrever o livro foi positiva, até porque eles têm feito trabalhos juntos de produção de textos.

Em abril de 2006, quando Crispim leu o texto produzido por Gonzaga e Ângela, os capítulos finais seriam elaborados mais recentemente, depois que o governador reassumiu o Governo do Estado em fevereiro deste ano, escreveu um depoimento que se encontra na “orelha” do livro, no qual afirma que José Maranhão é um predestinado, um peregrino que sabe andar em brasa viva e “que nunca se deixou faltar na vida que agora já se transforma em História”.

“Em estilo sóbrio e elegante, Gonzaga Rodrigues e Ângela Bezerra de Castro desenham o perfil irretocável do jovem precocemente atraído para a cena política, na qual se verá entalhado a golpe de coerência, de espírito público e, sobretudo, de honradez”, afirma. Acrescenta que “é um breviário de ética para as gerações futuras. Deve ser lido com a devoção de quem reza”. Já o professor Sales Gaudêncio disse que “a trajetória histórica desse homem é um marco de determinação, da coerência e da inteligência nordestina”.

O escritor Marcos Vinícius Vilaça, afirma: “De fato, embora a Paraíba seja sempre o centro de convergências da longa, profícua e coerente atividade pública de José Maranhão, o que vemos passar, quase como um filme, nesta espécie de sua fotobiografia, são cinco décadas de avanço, de recuos, de conflitos na vida política nacional, sob a égide de Getúlio democrata, seguido de Café Filho, Juscelino Kubitschek, Jânio Quadros, João Goulart, até a ruptura do estado de direito em 1964, a volta à democracia, chegando finalmente a nossa plena atualidade”.

  
José Nunes, da Secom