Fale Conosco

31 de julho de 2009

GOE prende mentor intelectual de roubo contra distribuidora de alimentos



Mais uma ação do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil da Paraíba resultou na prisão de Djailson da Silva Félix, 22 anos, conhecido como ‘Cicatriz’.

Detido por volta das 14h desta sexta-feira (31), depois de uma denúncia anônima, Djailson é acusado de ser o mentor intelectual da tentativa de roubo contra a distribuidora de alimentos Nordece, abortada pelo GOE no mês de março deste ano. Na ocasião, 13 pessoas foram presas pelo crime.

Segundo o delegado Wallber Virgolino, há informações de que ‘Cicatriz’ tenha comandado a ação dos bandidos por telefone, de dentro do presídio, já que cumpria pena por roubo em regime semi-aberto na cidade de Santa Rita.

Com Djailson, a Polícia encontrou um revólver calibre 38 municiado, com o qual ele pretendia realizar mais um roubo, dessa vez no Bairro do Róger, em João Pessoa.

“Essa prisão faz parte da ‘Operação Corrupio’, caracterizada pela continuidade nas investigações de roubos e homicídios”, explicou o adjunto do GOE.

Mais prisões – Policiais da Delegacia Especializada de Crimes contra o Patrimônio (Roubos e Furtos) prenderam na quinta-feira (30) Elton Rodrigues Teixeira dos Santos, 26, acusado de praticar roubos em João Pessoa e no município paraibano de Jacaraú.

Elton foi detido no bairro Jardim Cidade Universitária, na Capital, e em depoimento ao delegado Marcos Vasconcelos confessou ter participado de três crimes e ainda apontou dois comparsas: José Elias Alves, 37, e Maurício Cosme da Silva, 25, que foram igualmente capturados.

“Um dos roubos aconteceu há dois meses, contra uma universidade de João Pessoa, os outros dois em Jacaraú, quando supostamente a dupla agiu. Contudo, apenas Elton confessa participação”, explicou o delegado.

Segundo Marcos Vasconcelos, como a prisão não aconteceu em situação flagrante, o inquérito policial será feito por portaria e os presos permanecerão em liberdade. “O procedimento contra Elton será realizado pela nossa delegacia. Já em relação à dupla, o inquérito ficará por conta do delegado de Jacaraú”, completou a autoridade.

Adryana Araújo, da Secretaria da Segurança e da Defesa Social