João Pessoa
Feed de Notícias

Gestores e técnicos da Hemorrede da Paraíba participam de segunda etapa do curso para o projeto “Planeja Sangue”

quarta-feira, 4 de novembro de 2015 - 16:48 - Fotos: 

Com o objetivo de fortalecer o processo de gestão da hemorrede, articulada com as ações de saúde, nesta quarta (4) e quinta-feira (5), 76 pessoas, entre gestores e técnicos da Hemorrede da Paraíba e representantes das quatro macrorregiões e das 16 Gerências Regionais de Saúde do estado, estão participando, no Hotel Xênius, do Curso em Planejamento e Gestão do “Planeja Sangue”. O projeto foi concebido por docentes do Instituto de Saúde Coletiva, da Universidade Federal da Bahia – UFBA e por gestores da Hemorrede Nacional e Ministério da Saúde.

De acordo com a professora da UFBA, Catharina Matos, o “Planeja Sangue” é um produto para subsidiar os sujeitos envolvidos na elaboração dos planos diretores dos serviços da hemorrede. “Esta é a segunda parte do curso que é dividido em três módulos. A intenção desta capacitação é estimular o desenvolvimento do processo de planejamento nas hemorredes, dentro do contexto do Sistema Único de Saúde – SUS”, disse. Ela comentou, ainda, que a participação da Paraíba está muito rica e diversificada. “Isso possibilita a comunicação entre formuladores e implementadores de política da saúde e o resultado será ótimo, repercutindo em melhorias para o usuário do SUS”, explicou.

Para a diretora geral do Hemocentro da Paraíba, Sandra Sobreira, o mais importante neste processo é o alinhamento das realidades e necessidades de cada unidade. “A partir da vivência de cada setor é que vamos construir nosso plano. É o pontapé inicial para oferecer um serviço com bastante qualidade e uma rede sintonizada”, enfatizou.

A coordenadora da Agência Transfusional do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, Roseneide Pontes, afirmou que a capacitação é de extrema importância para a definição de uma nova estrutura da Hemorrede do Estado. “Este curso vem como uma maneira de melhorarmos todo o suporte hemoterápico da Paraíba. No caso específico do Hospital de Trauma, referência em todo o Estado, temos que atender uma alta demanda de transfusão de sangue em virtude do seu perfil de atendimento à urgência e emergência. Esperamos que haja novos incentivos financeiros e técnicos para melhorar a qualidade do atendimento e do sangue fornecido para a população”, disse ela.

A Paraíba é o quinto estado onde está sendo realizado o curso para o projeto “Planeja Sangue”. O primeiro módulo aconteceu em outubro e o terceiro será em dezembro deste ano. Ao final do curso, a hemorrede de cada estado participante sai com o produto, que é o plano diretor da política do sangue para os próximos quatro anos, construído a partir da realidade de cada serviço. “É uma construção do planejamento, de forma participativa, que, além de proporcionar a oferta de melhores serviços, ajudará no momento da captação de recursos”, disse a técnica do Ministério da Saúde, Bárbara Simões.

A Hemorrede da Paraíba é formada por dois Hemocentros, sendo o coordenador em João Pessoa e o regional, em Campina Grande, e mais 11 Hemonúcleos, nas cidades de Guarabira, Itabaiana, Picuí, Monteiro, Patos, Piancó, Princesa Isabel, Itaporanga, Catolé do Rocha, Sousa e Cajazeiras.