João Pessoa
Feed de Notícias

Gestores debatem sobre serviços de saúde na região de Patos

sexta-feira, 26 de maio de 2017 - 15:57 - Fotos: 

A 6ª Gerência Regional de Saúde realizou, na quinta-feira (25), em seu auditório, mais uma reunião ordinária da Comissão Intergestores Regional do Sertão (CIRs). A reunião aconteceu depois do encontro com o Samu de Patos e prefeitos de São José de Espinharas, Passagem, Teixeira, São José do Bonfim e Condado, municípios que possuem base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Na reunião foi assinado o termo de compromisso que cada parte deve assumir perante o Samu, já que com a descentralização do serviço cada município deve se encarregar de pleitear recursos junto ao Ministério da Saúde para mantê-lo em sua localidade.  Antes a regulação ocorria por meio do município de Patos. 

Investimento – Com relação à pauta trabalhada pelos gestores municipais na quinta-feira (25), segundo o gerente regional José Leudo de Farias, foi bastante proveitosa, a começar pela aprovação de recursos de mais de R$ 1 milhão para o município de Santa Luzia, a ser investido em alguns pleitos, como construção de unidade de saúde, aquisição de veículo para transporte de pacientes, além da compra de equipamentos para vários serviços.

“Além de conquistas para o Vale do Sabugi, também foi aprovada a criação de mais uma unidade do PSF para o município de Salgadinho, que atenderá a população no Distrito de São José da Batalha; aprovada a criação de um CEO – Centro de Especialidades Odontológicas para Catingueira e por último aprovamos um plano de trabalho da abertura da Unidade de Oncologia, de Patos (Unacon)”, informou Leudo.

Ainda segundo gerente regional, o Ministério da Saúde exigiu que os municípios pactuassem esse serviço, que é de suma importância para dezenas de municípios sertanejos.  Houve apresentação de um esboço do funcionamento dessa unidade de oncologia. “Foi uma reunião histórica, pois além de tudo que foi aprovado, tivemos a pactuação dos serviços que serão ofertados pela Unacon”, acrescentou José Leudo.

Na ocasião, a coordenadora do curso de Medicina das Faculdades Integradas de Patos (Fip), Paula Christianne Gouveia, fez uma explanação sobre os atendimentos que serão pactuados pelos municípios com a Clínica Escola, a Clinfip – Policlínica de Especialidades e com o Biolab, uma extensão do curso de Medicina, que também atenderá demanda espontânea.

Leudo elogiou a parceria que existe com as FIP e a abertura de espaços da instituição para atender demandas reprimidas de especialidades diversas dos municípios. “São novos serviços que podem ser agregados e pactuados pelos municípios do Sertão e de outras regiões”, concluiu.