João Pessoa
Feed de Notícias

Gestores de Saúde discutem sobre implantação de programa que garante maior acesso da população aos serviços

sexta-feira, 17 de junho de 2016 - 18:30 - Fotos: 

A Secretaria de Estado da Saúde (Ses), por meio da Gerência de Planejamento; o Ministério da Saúde; o Ministério Público Federal e gestores de saúde de todo estado se reuniram nesta  sexta-feira (17), das 8h30 às 13h, para discutir o cenário atual do processo de implantação da Programação Geral de Ações e Serviços de Saúde – PGASS e seus desdobramentos na saúde pública da Paraíba. O encontro foi no auditório do Centro de Ciências Médicas da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), no campus de João Pessoa.

“Para que um paciente de um município menor tenha a garantia de ações e serviços de saúde, a PGASS possibilitará que os diversos serviços e as complexidades sejam oferecidos o mais próximo de seu domicílio”, exemplificou a gerente de Planejamento da SES, Marta Betânia Duarte Silva.

Segundo a coordenadora geral do Planejamento e Programação das Ações de Saúde do Ministério de Saúde, Neyde Glória Garrido, que falou sobre “O estado da arte da PGASS no âmbito nacional”, ainda não há data definida para o início da PGASS, efetivamente. “Prefiro não dizer datas, mas o que tenho a informar é que estamos trabalhando com afinco para que seja o mais rápido possível”, disse.

O procurador regional dos Direitos do Cidadão, José Godoy, elogiou a SES pela desenvoltura junto aos problemas que ocorrem dentro da saúde. “O que vejo é que sempre há diálogo entre os secretários de saúde do estado e do município de João Pessoa, o que é muito importante para resolver os gargalos que aparecem na saúde pública. A nossa expectativa é que a PGASS venha dar maior agilidade às demandas da população em relação aos serviços de saúde”, falou.

Para o processo de implantação do PGASS foi criado um grupo condutor formado por representantes das 16 Regiões de Saúde das Secretarias Municipais de Saúde Sede de Macro (João Pessoa, Campina Grande, Patos e Sousa); do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde – COSEMS; das Gerências Regionais das quatro macrorregiões de Saúde; das Gerências Executivas e Gerência de Planejamento da SES.

“Este evento é fruto do interesse que temos em fazer saúde pública de qualidade na Paraíba”, disse Marta Betânia.