João Pessoa
Feed de Notícias

Gestores de escolas estaduais da 1ª GRE assinam termo de parceria com a plataforma Studos

quinta-feira, 9 de junho de 2016 - 18:17 - Fotos: 

Nove gestores das escolas estaduais Lyceu Paraibano, Olivina Olívia, Úrsula Lianza, Luiz Gonzaga Burity, CPDAC, Oswaldo Pessoa, Liliosa de Paiva Leite, Escolas Cidadãs Integrais Técnicas (ECIT) Padre Hildon Bandeira e de Bayeux assinaram na tarde desta quinta-feira (9), no auditório da ECIT de João Pessoa, um termo de parceria com a Plataforma Educacional Studos.

As escolas escolhidas participam de uma experiência piloto de utilização da plataforma educacional, que visa preparar os alunos da rede estadual da Paraíba para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). “Escolhemos essas escolas pelo trabalho desenvolvido no PBVest, com o objetivo de melhorar os nossos índices de aprovação no Enem e nos outros vestibulares, por isso participam apenas alunos da 3ª série do Ensino Médio”, destacou Wleika Quirino, da 1ª Gerência Regional de Educação.

Esta é a primeira vez que esta plataforma, criada em Santa Catarina pelos sócios Wilson Fernandes e Leonardo Prates, é utilizada para alunos da rede pública. “A Paraíba é o primeiro Estado a usar a nossa plataforma na rede pública de ensino”, contou Leonardo Prates, um dos responsáveis pela plataforma, destacando que ela já teve mais de 180 mil downloads.

Após a experiência com as nove escolas, a expectativa é que o projeto seja ampliado para todas as escolas de Ensino Médio da rede estadual. O aplicativo Studos foi apresentado aos gestores e professores das escolas e também foram solucionadas as dúvidas dos professores presentes. “Se os alunos hoje em dia utilizam o celular para acessar as redes sociais, por que não usar de forma produtiva, pra estudar e melhorar o seu desempenho?”, questionou Leonardo Prates.

“Por meio do Studos, os alunos da rede estadual da Paraíba poderão resolver questões das provas dos vestibulares anteriores e do Enem, sabendo ao final quais são seus pontos fortes, quanto tempo levou para resolver cada questão e onde precisa melhorar. Está disponibilizada uma média de 40 mil questões, separadas por assunto e por nível de dificuldade”, explicou Leonardo Frates.

Para utilizar a plataforma, os alunos das escolas participantes serão cadastrados pelos técnicos da escola, assim como os professores, que poderão criar atividades utilizando o aplicativo Studos. “Os professores poderão utilizar o aplicativo para passar tarefas para os alunos e ao final terão as informações, por meio de relatórios, de quais são os alunos que mais se destacaram, quais precisam melhorar e também a coordenação saberá quais são os professores mais engajados”, contou Leonardo Prates.

Wleika Quirino, da 1ª Gerência Regional de Educação, explicou que para obter o sucesso desejado é preciso o empenho de todos, principalmente dos professores. “Não adiantam os investimentos do Governo do Estado se o professor, que é quem está dentro da sala de aula, não tiver compromisso. Eu chamo todos os professores para ter esse compromisso, pois o sucesso do aluno é o sucesso do professor, do gestor e de todos nós!”, finalizou a gerente.

O professor Jaimes Campos, da Escola Estadual João Goulart, destacou a importância do uso do aplicativo Studos em sala de aula. “Esta plataforma vem para facilitar a vida do professor e do aluno, porque existem certas questões que são mais difíceis de elaborar e a plataforma em si facilita, porque oferece vários níveis de questões, fáceis, elementares, complexas, que levam o aluno a ganhar tempo, já tendo as questões nas suas mãos e tendo a noção onde é bom e onde precisa melhorar”, contou o professor.