Fale Conosco

17 de agosto de 2016

Gestão Unificada e Conab estimulam produção e comercialização de mangaba e umbu



Numa ação que conta com a participação da Gestão Unificada Emepa/Interpa/Emater, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) está praticando ações que visam levar ao conhecimento dos agricultores familiares o Programa de Política de Garantia de Preços Mínimos para Produtos da Sociobiodiversidade na Paraíba com destaque para a mangaba e o umbu.

A Conab compra toda a produção de umbu e mangaba, garantindo o preço mínimo, afastando a presença dos atravessadores. A Paraíba exporta três toneladas de umbu para o Estado de Pernambuco.

Para o conhecimento de técnicos e agricultores, foi realizado na manhã desta quarta-feira (17), no auditório do Interpa-GU, estrada de Cabedelo, reunião sobre avaliação dos trabalhos já realizados e apresentação do que será executado a partir de agora. Indígenas das aldeias de Rio Tinto e adjacências assessoradas pela Emater-GU foram os primeiros agricultores familiares a ter acesso ao programa de aquisição de mangaba. Na ocasião, falaram sobre as experiências vividas em suas aldeias com a produção de mangaba, com o acompanhamento de sua execução local pela coordenadora regional da Emater-GU, Keyla Leal.

Presente ao evento, o superintendente da Conab na Paraíba, Gustavo Guimarães Lima, disse que pelo menos quatro mil famílias em 16 municípios podem ser inseridas nestas duas atividades de produção de umbu e mangaba, com todos os parceiros empenhados na organização de associações de acesso ao programa de comercialização da Conab.

A Emepa-PB tem pesquisas sobre a produção de mudas de mangaba, e as gerais estarão disponíveis para os agricultores. A Emater-PB faz o cadastramento dos agricultores no programa, fornece a Declaração de Aptidão do Produtor, além de prestar todo assessoramento em todas as fases da cultura.