João Pessoa
Feed de Notícias

Futebol promove integração de internos da penitenciária Geraldo Beltrão

sábado, 20 de abril de 2013 - 11:53 - Fotos:  Roberto Guedes/Secom-PB

A final da Segunda Taça Geraldo Beltrão de Futebol de Areia reuniu apenados e familiares na tarde dessa sexta-feira (19), no presídio Geraldo Beltrão em João Pessoa, durante a partida que definiu o grande campeão da competição. A atividade foi promovida pelo Governo do Estado, através das ações de ressocialização da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária, em parceria com a Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer.

O torneio iniciado na última segunda-feira (15) contou com a participação de cem detentos e a presença de representantes das 17 celas da unidade prisional, com o objetivo de promover a integração social e auxiliar no processo de ressocialização dos apenados.

“Apesar de estarmos neste lugar, esse é mais um caminho para sair da rotina e mostrar à sociedade que estamos aproveitando todos os meios disponíveis, como prova de que podemos ter uma segunda chance lá fora”, declarou o reeducando Roberto Moura.

A partida final entre a cela 13 e a cela 10 foi bastante equilibrada e apesar da rivalidade e do desejo pelo título, o espirito esportivo foi predominante do inicio ao fim do jogo. No apito final, placar de 4 x 2 favorável para cela 13, mas a vitória pela oportunidade de reintegração também foi compartilhada com os vice-campeões ainda dentro de campo.

Logo em seguida, os agentes penitenciários também entraram em campo para enfrentar pela primeira vez o time formado por apenados que trabalham na cozinha. Esse tipo de atividade é realizada para estreitar as relações de confiança e respeito entre os dois grupos. A partida amistosa também rendeu medalhas aos atletas de ambas as equipes, independente da vitória dos agentes por 4 a 1.

“Essa é mais uma diretriz do Governo do Estado para promover lazer e desporto aos apenados paraibanos, resgatando a dignidade e a cidadania nas unidades prisionais. Ações dessa natureza comprovam o interesse do governo na humanização do sistema, buscando sempre elevar a autoestima de detentos e também dos familiares.”, destacou o secretário de Administração Penitenciária, Walber Virgolino.

A premiação das três melhores equipes foi iniciada com a entrega de troféus e medalhas, mas a grande novidade desta edição foi a entrega de cestas básicas as sete famílias do grupo campeão. “Essa iniciativa é muito boa para ocupar o tempo com atividades construtivas e para nós que estamos aqui fora também é um oportunidade a mais de manter o contato com eles”, acrescentou Alex Jheysson dos Santos, primo de um dos apenados.

De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária, esse tipo de atividade deverá ser expandido para as outras unidades prisionais do estado. A ideia é que no inicio do segundo semestre também seja realizada uma competição reunindo os grandes campeões de cada região.

Outras ações – No dia 14 de maio, 23 penitenciárias paraibanas vão receber o Exame Nacional de Certificação de Competências da Educação de Jovens e Adultos (ENCCEJA). A prova que será aplicada a 230 reeducandos, irá capacitar os aprovados ao diploma do Ensino Fundamental I.

A parceria entre a Secretaria de Administração Penitenciária e o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) também deverá oferecer nos próximos dias, 815 novas vagas destinadas a diversos cursos de qualificação profissional. As aulas serão ministradas através das instituições Senai, Senac e IFPB aos apenados do regime aberto, semiaberto e condicional. A data para o inicio dos cursos ainda não foi definida.

“O trabalho de ressocialização nas nossas unidades tem sido reforçado através das parcerias com instituições estaduais e federais, ampliando os serviços prestados e restaurando de forma construtiva a integração dos apenados com a sociedade.”, finalizou a gerente de ressocialização, Ziza Maia.­­­­