João Pessoa
Feed de Notícias

Funesc recebe a exposição “Até Meio Quilo” com obras de 71 artistas na Galeria Archidy Picado

quinta-feira, 8 de setembro de 2011 - 09:23 - Fotos: 

O desafio lançado era expor trabalhos que, quando empacotados e enviados via Sedex não ultrapassassem o peso limite de meio quilo. A iniciativa é do grupo “Aluga-se”, de São Paulo e o resultado da proposta pode ser conferido na exposição “Até Meio Quilo”, que será aberta nesta sexta-feira (9), às 20h, na Galeria Archidy Picado da Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc), em João Pessoa.

Mais de 80 artistas plásticos de variadas tendências, técnicas e regiões participam da mostra que permanecerá aberta até 30 deste mês. A exposição é um dos projetos contemplados pelo Edital de Ocupação da Galeria Archidy Picado lançado pela Funesc.

A idealização e montagem da mostra são do grupo “Aluga-se”, formado por artistas que residem e trabalham em São Paulo. A equipe realiza encontros semanalmente em um estúdio para discutir seus projetos artísticos. Também busca a itinerância, expondo em diferentes espaços e cidades, visando a interação com artistas locais.

Na mostra que será aberta esta semana há participantes dos estados de São Paulo, Santa Catarina, Distrito Federal, Pará, Rio Grande do Sul, Ceará, Mato Grosso do Sul e até de outros países como Dinamarca e Chile. Os artistas convidados de João Pessoa são Cris Calaço, Íris Helena, Prince Daniele, Raquel Stanick e Roberta Irizaga Dachery.

“Até Meio Quilo” é um projeto itinerante que consiste em cada artista enviar pelos Correios a obra que será exposta. A galeria recebe todos os envelopes com os trabalhos que participarão. Todos os trabalhos poderão ter suas medidas adaptadas à disponibilidade do espaço expositivo.

O desafio para cada artista é criar e conter inteiramente seu trabalho dentro dos limites estabelecidos de tamanho e peso, (um envelope de Sedex 27x37cm com até meio quilo). O que o envelope contém é tudo o que se precisa para a exposição. Cada um deles traz um manual de instruções, kit de montagem e o trabalho.

Os envelopes também serão expostos como parte da mostra e após o encerramento serão devolvidos. Eles são parte dos documentos que comprovam a itinerância do grupo. “Queremos com eles construir uma cartografia dos lugares por onde as obras viajam. Assim, esse projeto que apresentamos, será um ponto no mapa, de um percurso nômade, onde as obras circulam de forma fácil e acessível”, explica Renata Cruz, do grupo “Aluga-se”.

Montagem do projeto – A montagem do projeto “Até meio quilo” foi feita a partir da proposta de criar uma exposição que remeta à ideia de uma pequena coleção. “Como este projeto é formado por uma grande quantidade de artistas que se apresentam com obras em sua maioria em pequeno formato, propomos que as paredes da sala expositiva sejam ocupadas inteiramente pelos trabalhos, de forma a criar essa ideia de reunião de objetos e imagens que uma coleção sugere”, conta a integrante do “Aluga-se”.

Assim, a organização das obras nas paredes e no espaço poderá ser bastante livre e os organizadores terão total autonomia na sua ordem e posição, sempre que levarem em consideração o pensamento de acúmulo, variedade e diversidade.

Esta montagem pretende enfatizar o projeto e a organização do grupo, mais do que a autoria e a necessidade de espaço entre as obras. “Isso porque queremos apresentar uma espécie de ‘Quarto de maravilhas’, como eram chamados os antigos gabinetes de curiosidades, precursores dos museus. Somos realmente como uma pequena mostra ambulante criando o ambiente de uma coleção sem hierarquia”, conclui Renata Cruz no texto de apresentação do grupo.

Serviço:

Exposição “Até Meio Quilo”

Abertura: 09/09

Hora: 20h

Período: 10 a 30/09

Visitação: segunda a domingo, das 8h às 18h.

Entrada: gratuita