Fale Conosco

14 de dezembro de 2011

Funesc realiza cerimônia de premiação do concurso José Lins do Rego



Nesta sexta-feira (16) a Fundação Espaço Cultural (Funesc) vai entregar o prêmio aos escritores contemplados no Concurso Literário José Lins do Rego. A premiação será às 17h, no Auditório Verde do Espaço Cultural, em João Pessoa.

Cada um dos autores das oito obras selecionadas receberá a importância de R$ 2 mil. Também serão impressos 600 exemplares de cada obra, dos quais 100 pertencerão ao escritor e 500 serão distribuídos em bibliotecas escolares e públicas estaduais, instituições do Estado e diretamente com os autores. A Funesc, juntamente com A União Editora, terá prazo de até 12 meses para a edição e publicação das obras, que conta a partir da divulgação dos selecionados.

O Prêmio Literário José Lins do Rego selecionou oito obras das 177 inscritas para concorrerem a 10 vagas em seis categorias. Cada categoria ofereceu duas vagas para os vencedores, exceto Dramaturgia e Ensaio, que não elegeu vencedores por decisão do júri. Em parceria com a A União Editora, o concurso marcou o resgate das Edições Funesc, interrompidas há 15 anos.

Vencedores – Na categoria romance os vencedores foram “Palavras que devoram lágrimas (ou a felicidade cangaceira)”, de Betomenezes, e “O Voo da Borboleta Negra”, de Paulo Vieira. Na categoria infanto-juvenil, as obras vencedoras foram “O Mundo Alado e o Mundo Florido ou o Mundo Colorido”, de José Camilo Lelis, e “Verdinha, a Pequena Cana-de-Açúcar”, de Jackson Franco.

No gênero poesia, “Impróprio para consumo”, de Marinésio Gonçalves, e “Versorragia no Início Era o Verso e do Verso Fez-se Sangue”, de Gustavo Limeira foram as contempladas. No gênero conto ou crônica foram selecionadas “Varadouro, Varadouro”, de Astier Basílio, e “Face Oblíqua”, de Saulo Mendonça.

Todos os concorrentes usaram pseudônimos e as verdadeiras identidades ficaram em envelopes lacrados, que foram abertos depois do resultado definido pelos jurados. O júri foi composto por profissionais de outros Estados: Heloísa Arco Verde de Morais (PE), Clotilde Tavares (RN), Clemente Rosas Ribeiro (PE), Ivan Cavalcante Proença (RJ) e Willame Jansen (PE).