João Pessoa
Feed de Notícias

Funesc inicia venda de ingressos para show de Dona Onete nesta quarta

terça-feira, 1 de agosto de 2017 - 16:58 - Fotos: 

Rainha do carimbó chamegado, a cantora paraense Dona Onete, 78 anos, estampa a capa atual da Songlines, uma das mais importantes publicações de world music da Europa. A autora do hit “Jamburana” e de “Boto namorador”, um sucesso na trilha da novela “Força do querer”, ela se apresenta em João Pessoa na sexta-feira (11). O show acontece a partir das 20h no Teatro de Arena e traz como atrações locais a banda Caburé e DJ Kylt. Os ingressos antecipados podem ser adquiridos a partir desta quarta-feira (2), na bilheteria do Espaço Cultural José Lins do Rego, ao preço de R$ 15 (meia entrada) e R$ 30 (inteira). A bilheteria funcionará todos os dias, sempre das 9h às 17h.

Na capital paraibana, Dona Onete chega com o show da turnê de “Banzeiro”, seu mais novo álbum. O nome do disco remete à onda forte provocada pelos motores de barcos que navegam pelos rios da Amazônia. Com doze canções autorais, o disco inclui boleros e carimbós, além do frenético banguê. Com produção musical de Pio Lobato, o disco foi gravado no Estúdio APCE Music, em Belém. Além de Pio, que assina também as guitarras, integram a banda base do álbum os músicos JP Cavalcante (percussão), Vovô (bateria) e Breno Oliveira (contrabaixo). O show é uma realização do Governo do Estado, por meio da Fundação Espaço Cultural da Paraíba.

Além da popular “Jamburana”, o show tem sucessos como ‘Feitiço Caboclo’, ‘Banzeiro’ e ‘No Meio do Pitiú’. E, claro, ‘Boto Namorador’, que na novela surgiu bastante nas primeiras cenas gravadas no Pará em meio a lugares como Mercado Ver-o-Peso, o Parque Mangal das Garças e a Baía do Guajará. E a música tocou bastante especialmente nos momentos protagonizados por Ritinha (Isis Valverde), que acredita ser uma sereia e sempre ouviu histórias de que seu pai é um boto. Não é a primeira vez de Dona Onete em folhetins televisivos (‘Jamburana’ estava na trilha da recém-finalizada ‘Sol Nascente’).

Dona Onete – Há quem diga que ela começou a cantar ainda menina para os botos, em Cachoeira do Arari (Ilha do Marajó-PA), mas ela só foi descoberta com mais de 60 anos de idade pelo grupo Coletivo Rádio Cipó no bairro da Pedreira, em Belém. Dona Onete gravou seu primeiro disco em 2012, aos 72 anos. Hoje aos 78 está no auge da sua carreira, colhendo os frutos de “Banzeiro”, seu mais novo álbum, repleto de boleros, carimbós e bangüês. A diva paraense ganha reverberação internacional com turnê por todo Brasil, shows nos EUA e na Europa, música em novela da Globo e indicação como melhor cantora regional no Prêmio da Música Brasileira..

Antes de ser cantora, ela foi secretária de Cultura do Município de Igarapé-Miri e se aposentou como professora de história de estudos amazônicos.

Serviço:

Funesc apresenta Dona Onete no Teatro de Arena
Mais: DJ Kylt | Banda Caburé
Data: 11 de agosto
Hora: 20h
Local: Teatro de Arena – Espaço Cultural (João Pessoa)
Entrada: R$ 15 (meia entrada) | R$ 30 (inteira)
Venda de ingressos: 2 a 11 de agosto, no Espaço Cultural, das 9h às 17h
Realização: Governo do Estado | Funesc