João Pessoa
Feed de Notícias

Funesc apresenta concerto da Orquestra Sinfônica nesta quinta-feira

quarta-feira, 24 de agosto de 2011 - 09:17 - Fotos: 

A Orquestra Sinfônica da Paraíba realiza nesta quinta-feira (25) concerto com entrada gratuita, às 21h, no Cine Bangüê, do Espaço Cultural, em João Pessoa. Sob regência do maestro titular João Linhares, o programa inclui “Bachianas Brasileiras Nº 7”, do brasileiro Heitor Villa-Lobos, “Concerto para Trompete em Eb”, do austríaco Johann Nepomuk Hummel, e “Aqui Jazz”, de Léo Torres. O solista da noite será o trompetista Ayrton Benck.

A peça “Bachianas Brasileiras Nº 7”, que abre o concerto, é uma série de nove composições de Heitor Villa-Lobos escritas entre 1930 e 1945. Nesse conjunto, escrito para formações diversas, o compositor fundiu material folclórico brasileiro (em especial a música sertaneja) às formas pré-clássicas no estilo de Bach, intencionando construir uma versão brasileira dos Concertos de Brandemburgo.

Esta homenagem a Bach também foi feita por compositores contemporâneos como Stravinski. Todos os movimentos das Bachianas, inclusive, receberam dois títulos: um bachiano, outro brasileiro. São trechos famosos de Bachianas a Tocata (O Trenzinho do Caipira), quarto movimento das n° 2; a Ária (Cantilena), que abre as de n° 5; o Coral (O Canto do Sertão) e a Dança (Miudinho), ambos nas n° 4.

Na sequência, a orquestra executará o “Concerto para Trompete In Eb”, do pianista e compositor austríaco, de origem eslovaca, Johann Nepomuk Hummel (1778-1837), com solo de Ayrton Benck. O autor da obra contribuiu para o desenvolvimento da técnica pianística e compôs obras para piano, trompete, óperas, bailados e peças orquestrais.

“Concerto para Trompete em Mi Bemol” é sua peça mais executada. Com a típica estrutura dos concertos clássicos, a obra demonstra a invenção melódica e o gosto pelos floreios que caracterizam o compositor. O final inclui a citação de um tema da ópera Les Deux Journées (1800), de Luigi Cherubini (1760-1842).

Para encerrar o concerto, será executada a música “Aqui Jazz”, do paraibano Léo Torres.

Maestro João Linhares – Compositor, arranjador, regente e multi-instrumentista, João Linhares nasceu em Patos e já compôs trilhas para teatro, vídeo e ballet. Entre as suas mais de 200 composições destacam-se o “Concertino para Flauta e Cordas” e “A Lenda do Carneiro Encantado” Fantasia para Orquestra em quatro movimentos. Atualmente é regente titular da Orquestra Sinfônica da Paraiba.

Ayrton Benck – Natural de Brasília e radicado na Paraíba há mais de 20 anos, Ayrton Benck é um dos trompetistas de destaque no cenário musical brasileiro. Em 1987, iniciou-se como solista quando obteve o 1º lugar no concurso para a série “Concertos para a Juventude”, promovido pela Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo – OSESP. Ex- Integrante da Fundação da Orquestra Sinfônica de Brasília, Banda Sinfônica de Brasília, Orquestra Filarmônica Norte-Nordeste e da Orquestra Sinfônica da Paraíba. É trompetista do Quinteto Brassil e professor de trompete do Departamento de Música da Universidade Federal da Paraíba.

Serviço:

Concerto da Orquestra Sinfônica da Paraíba

Data: 25/08

Hora: 21h

Local: Cine Bangüê – Funesc

Entrada gratuita