Fale Conosco

22 de março de 2011

Fundação Casa de José Américo prepara evento sobre gestão documental



Dentro das medidas planejadas para os primeiros 100 dias de gestão do Governo Estadual, a Fundação Casa de José Américo (FCJA) vai realizar o “I Encontro sobre gestão documental: por uma política estadual de arquivos públicos”, no período de 28 a 31 de março.

O evento pretende estabelecer um novo olhar sobre a relação eficiência administrativa/gestão documental/preservação da memória histórica, iniciando os primeiros atos para uma possível padronização nas ações dessa área.

O encontro, que inclui palestra, conferência, curso e reuniões, será realizado no Auditório da Fundação Casa de José Américo (na orla do Cabo Branco, 3336), sob a coordenação da diretora do Departamento de Documentação e Arquivo, professora Irene Rodrigues da Silva Fernandes. Segundo ela, foram enviados convites para os dirigentes de órgãos da administração direta e indireta do Estado, que deverão indicar representantes que atuarão como agentes multiplicadores, facilitando o sucesso da proposta de construir um “Programa de Gestão Documental” para o Governo do Estado da Paraíba.

A conferência de abertura e a palestra serão ministradas pela professora de cursos de graduação e pós-graduação da Universidade de São Paulo (USP), Ana Maria de Almeida Camargo. Historiadora com atuação em Arquivologia, no campo da Arquivística, ela tem coordenado projetos e prestado assessoria em instituições diversas no Brasil e no exterior. É autora de diversos trabalhos publicados em periódicos especializados.

Ministrarão o curso as professoras Ana Andréa Vieira Amorim, Laura Helena Baracuhy Amorim e Therezinha Gloriete Pimentel Rodrigues, todas da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). A Fundação Casa de José Américo tem sob sua custódia o arquivo dos governadores e personalidades paraibanas.
O presidente Flávio Sátiro Fernandes Filho enfatizou que a riqueza documental da FCJA é indiscutível, sendo preciso alinhar os procedimentos quanto ao futuro dos documentos contemporâneos, como forma de padronizar, sistematicamente, a gestão documental no Governo do Estado.