João Pessoa
Feed de Notícias

Fundação Casa de José Américo lança Curso de Professores de Leitura

terça-feira, 20 de outubro de 2009 - 08:58 - Fotos: 

A Fundação Casa de José Américo (FCJA), lançou nesta segunda-feira (19), às 18h, em sua sede, na avenida Cabo Branco, em João Pessoa, o Curso de Formação de Professores Mediadores de Leitura – Consolidando Experiências Leitoras (PROLER).

A presidente da FCJA, Letícia Maia, informou que o curso será ministrado na própria Fundação no período de 20 a 30 deste mês, sempre a partir das 13h30, com encerramento às 17h e se propõe a apresentar as diferentes visões da literatura infanto-juvenil e sua aplicabilidade no ensino fundamental. As práticas escolares serão centradas nos textos literários (prosa e poesia) destinados a este público. O curso objetiva formar professores e mediadores da leitura que tenham em mente o poder da literatura na fase de formação de leitores.

O PROLER é um programa nascido para estimular os projetos sociais de leitura através de rodas da leitura, clubes de leitura, atividades em comunidades tradicionalmente excluídas (indígenas, quilombolas.), oficinas de criação literária para crianças e jovens, encontro com autores.

Todos os que fazem o PROLER acreditam ser somente através da leitura que crianças e jovens desenvolvem um pensamento questionador e crítico sobre a realidade.O compromisso do Programa é com a democratização do acesso da maioria da população à rede de informações.

O PROLER considera que a escola exerce um papel essencial na formação e na valorização social da leitura que deve envolver políticas públicas de aperfeiçoamento e formação de mediadores. É necessário que Estado, Municípios e a Sociedade sejam parceiros, no atendimento às crianças e jovens.

A leitura configura um ato criativo de construção de sentidos, realizado pelos leitores a partir de um texto criado por outro sujeito exigindo: a qualificação de recursos humanos – formação continuada de profissionais da escola e da biblioteca; e a ampliação e implementação bibliotecas com núcleos de lazer e entretenimento sintonizado com novas tecnologias de informação e comunicação, suportes e linguagens que atualmente promovem a interação entre livros e esse universo que seduz as atuais gerações. Decorrendo destas ações ter-se-á o livro “aberto” de forma crítica e competente.

Em João Pessoa, o PROLER existe desde 1993 tendo sido assinado o primeiro Convênio entre a Secretaria de Educação e Cultura do Estado da Paraíba e a Fundação Biblioteca Nacional. Atualmente a parceria foi firmada entre a Fundação Casa de José Américo, através do Termo FBN N.º 11/2008 Processo FBN N.º 1430.001322/2008-34 e publicado no Diário Oficial N.º 190 de 1 de outubro de 2008.

A FCJA abriga em suas dependências o funcionamento do Comitê-PROLER e, em geral a própria realização dos Encontros anuais. A coordenadora do PROLER é também diretora do Museu Casa de José Américo, conta com a colaboração dos funcionários do museu para as ações junto ao programa.

A atuação do Comitê se faz sentir em outros municípios do Estado, sobretudo nos componentes da região submetropolitana de João Pessoa; Cabedelo, Lucena, Conde, Bayeux e Santa Rita.
A professora Janete Lins Rodriguez assumiu a coordenação do PROLER/PB em 2004 por indicação de sua antecessora, a professora Maria Cacilda Marques de Sousa Rego, e do Presidente da FCJA, Flávio Sátiro Fernandes Filho. Além da coordenação há um subcoordenador – o Professor Benedito Siqueira Martins (Professor Bené),  também servidor do Museu Casa de José Américo.

Assessoria de Imprensa da Fundação Casa de José Américo