João Pessoa
Feed de Notícias

Fundação Casa de José Américo inicia atividades do Cineclube na próxima quarta-feira

sexta-feira, 5 de junho de 2015 - 11:38 - Fotos: 

O Cineclube O Homem de Areia (CCHA), da Fundação Casa de José Américo, em João Pessoa, inicia as atividades com a exibição do filme “Relatos Selvagens”, de Damián Szifron, na próxima quarta-feira (10), às 19h. Com o espaço, os cinéfilos serão contemplados com mais uma opção de programação cinematográfica, mensalmente, no Auditório da FCJA, que passará a exibir filmes e realizar debates.

O presidente da Fundação Casa de José Américo, Damião Ramos Cavalcanti, destacou que o espaço foi idealizado pelo Governo do Estado. A escolha do nome O Homem de Areia contempla, em homenagem, o cinema paraibano, José Américo de Almeida, e o diretor do filme, Vladimir Carvalho, ao comemorar 80 anos de vida. “O cinema é a sétima arte, mas congrega todas as demais”, comentou o presidente.

Outro aspecto destacado por Damião é que “o Conselho é composto por pessoas cinéfilas, entre as quais, membros da Academia Paraibana de Cinema (APC), críticos cinematográficos, que escolherão, por votação, a relação dos filmes que serão exibidos todas as primeiras quartas-feiras de cada mês”.

Relatos Selvagens – É um filme argentino de Damián Szifron, rodado em 2014 (produção de Pedro Almodóvar). A obra contém seis episódios cujo denominador comum é o ‘stress’, sempre advindo de uma situação extrema. O crítico cinematográfico e membro do Conselho do CCHA, Andrés Von Dessauer, aponta razões para assistir ao filme:

1 – O ator sul-americano mais notável, Ricardo Darín, dá vida a um personagem desses relatos, mas o “show” principal fica por conta da atriz Erica Rivas, que dá nova roupagem a clássica noiva.

2 – Com um humor ácido, Szifron conta episódios tragicômicos. Ao mesmo tempo em que diverte, o filme é reflexivo e discute temas como a injustiça social, a intolerância e outros problemas da vida cotidiana.

3 – A obra foi um sucesso de público e crítica internacional. Além de bater recordes nas bilheterias argentinas, “Relatos Selvagens” foi a única produção latino-americana a entrar para a competição oficial do Festival de Cannes.

4 – A película foi a candidata da Argentina para o Oscar 2015.

5 – Além de sombriamente divertida a película tem um excelente efeito terapêutico.

6 – Ao que tudo indica o filme não chegará ao circuito comercial de João Pessoa. A entrada é franca.