Fale Conosco

14 de outubro de 2011

Fundac recebe moção de aplausos da Câmara Municipal de João Pessoa



A Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente (Fundac), por meio da presidente Cassandra Figueirêdo, recebeu da Câmara Municipal de João Pessoa moção de aplausos pelos trabalhos realizados nessa gestão. O reconhecimento foi proposto pelo vereador Zezinho do Botafogo (PSB) e comunicado à Fundac nesta sexta-feira (14).

O parlamentar destacou o processo de implantação do Sistema de Informação para Infância e Adolescência (Sipia), plataforma web de acompanhamento de medidas socioducativas que permite a criação de uma rede digital de monitoramento do fluxo de atendimento aos adolescentes em conflito com a lei.

O vereador lembrou a construção do projeto político pedagógico da Fundac, documento que regerá as ações do órgão, articulando práticas educacionais, culturais, esportivas, de saúde e artísticas. A Fundação vem traçando ainda uma série de planos operacionais junto às Secretarias de Educação e Saúde por meio da Elaboração do Plano de Atendimento à Família, Plano de Saúde Integral e Plano de Educação.

As parcerias com órgãos municipais e estaduais também foram lembradas, com destaque para a inclusão dos adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas na programação da 4ª Semana Municipal da Juventude, realizada pela Prefeitura de João Pessoa; o termo de cooperação entre Fundac e Emater Paraíba, empresa vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca, para formação e manejo de hortas e educação ambiental nas unidades da Fundação; e a contrapartida do governo estadual para construção de um centro socioeducativo em João Pessoa, reforma e ampliação da Casa Educativa Feminina e do Abrigo Provisório, em campina Grande.

Segundo a presidente da Fundac, Cassandra Figueirêdo, todas essas ações seguem os parâmetros indicados pelo Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase). “A nossa ideia é criar uma rede de integração entre os governos federal, estadual e municipal, seguindo as diretrizes apontadas pela política nacional de assistência social, que orienta para uma articulação com os diversos sistemas de proteção à criança e ao adolescente, assim como as diretrizes estabelecidas pelo Governo de Ricardo Coutinho, que prioriza as políticas sociais. Esse reconhecimento da Câmara dos Vereadores aumenta nossa responsabilidade de trabalhar na proteção ao adolescente”, disse.

A presidente também destacou a importância da sensibilização e do apoio da sociedade no processo de fortalecimento das políticas de ressocialização. “Só por meio dessas ações é que as medidas socioeducativas podem surtir efeito e mudar não só cotidiano desses jovens, mas também a percepção social sobre o nosso trabalho”, concluiu.