Fale Conosco

30 de junho de 2009

Fundac quer parceiros para trabalho de combate ao uso de drogas



A Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente ‘Alice de Almeida’ (Fundac) realiza nesta quarta-feira (1º), às 9h, no auditório da Secretaria de Desenvolvimento Humano, em João Pessoa, um evento para apresentar às autoridades a campanha ‘Meu Corpo Minha Vida’.

A idéia é atrair parceiros para o trabalho de combate ao uso de drogas que, de acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social, é responsável por 70% dos homicídios registrados na Paraíba. Só em maio deste ano, meia tonelada de droga foi incinerada no Estado, resultado de apreensões realizadas pelas polícias paraibanas em 2008.

As drogas também representam 90% das prisões de mulheres e a maioria delas cumpre pena por tráfico ou crimes praticados sob o efeito das drogas. Além disso, 80% dos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas no Centro Educacional do Adolescente-CEA são usuários de drogas.

A polícia combate o tráfico nas fronteiras com os Estados de Pernambuco e do Rio Grande do Norte de onde vêm a maconha e o crack, as drogas mais consumidas na Paraíba.
O presidente da Fundac, Diamantino da Silva Lima, acredita que o combate às drogas “é uma tarefa que deve começar nas escolas, associações de bairros e hospitais, mas para vencer essa guerra precisamos de parceiros”.

Foram convidados para o evento, que vai ocorrer no Auditório da Secretaria de Desenvolvimento Humano (situada à Rua Desembargador Souto Maior, 288, Centro de João Pessoa), representantes do Ministério Publico, Juizado da Infância e Adolescência, mais as polícias Federal, Civil e Militar e a Procuradoria Geral do Estado.
 

Gláucia Araújo, da Assessoria de Imprensa da Fundac