João Pessoa
Feed de Notícias

Fundac participa do lançamento da campanha nacional “Dê Oportunidade”

quinta-feira, 14 de abril de 2011 - 18:10 - Fotos: 

A presidente da Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente (Fundac), Cassandra Figueirêdo, participou nesta quarta-feira (13) do lançamento da campanha nacional “Dê Oportunidade – Medidas socioeducativas responsabilizam, salvam vidas”, promovida pela Pastoral do Menor. O evento aconteceu na sede do Ministério Público, em João Pessoa.

O objetivo da campanha é discutir a implementação de medidas socioeducativas, defender a implantação do Sistema de Informação para Infância e Adolescência (Sipia) e se posicionar contra a redução da idade penal. Além de buscar sensibilizar a sociedade a respeito das políticas direcionadas às crianças e aos adolescentes autores de atos infracionais.

Segundo Cristina Chaves de Oliveira, conselheira nacional da ‘Pastoral do Menor’, a intenção da campanha não é gerar na sociedade um sentimento de impunidade em relação aos meninos e meninas em conflito com a lei, mas fazer com que as pessoas entendam que essa é uma problemática complexa e que essas crianças e adolescentes devem ter a oportunidade de construir um novo projeto de vida.

Carlos Eduardo Campos, ex-interno do Centro Educacional do Adolescente (CEA), hoje com 19 anos, falou da importância das oportunidades dadas pelo Programa de Apoio à Família e ao Egresso (Proafe) no seu processo de ressocialização. “Há três anos eu não tinha a personalidade que eu tenho hoje. Claro que eu também fui em busca de uma melhor qualidade de vida. Agora eu trabalho, conclui o ensino médio e pretendo ingressar em uma universidade”, disse.

 

O jovem reconheceu ainda o apoio e o incentivo contínuo que ele vem recebendo da Fundac e agradeceu à presidente da Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente pelo convite e pela oportunidade de dividir suas experiências de vida com outras pessoas.

 

Cassandra Figueirêdo finalizou a cerimônia de lançamento da campanha falando sobre outros casos exitosos de ressocialização no Estado. A presidente citou também alguns projetos iniciados pela nova gestão da Fundac, como por exemplo a implantação do Sistema Sipia Sinase na Paraíba, os Encontros de Formação para Socioeducadores, o I Encontro de Formação Humana do Proafe, o início da elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) da Fundação, além de parcerias com a iniciativa pública e privada e a liberação de contrapartidas estaduais para projetos conveniados com a Secretaria dos Direitos da Presidência da República que dará início à construção e reforma de três unidades de medidas socioeducativas no Estado.

 

Cassandra finalizou sua fala lembrando a importância do fortalecimento das políticas direcionadas às crianças e adolescentes autores de atos infracionais. “Medidas socioeducativas recuperam, a repressão não”, concluiu a presidente.