Fale Conosco

1 de julho de 2009

Fundac lança campanha antidroga e busca parcerias na sociedade



Uma campanha de conscientização para evitar o uso de drogas entre os jovens e adolescentes, denominada de ‘Meu corpo, Minha vida’, foi lançada na manhã desta quarta-feira (1º), pelo vice-governador Luciano Cartaxo, no auditório da Secretaria de Desenvolvimento Humano, no Centro de João Pessoa. A execução – pelo período de um ano – ficará a cargo da Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente (Fundac), contando com a participação de órgãos do Governo do Estado e representantes da sociedade civil organizada.

“O Governo do Estado tem trabalhado com políticas públicas destinadas a empreender ações de segurança e cidadania, seguindo as mesmas linhas de atuação do Governo Federal”, afirmou Luciano, para quem é preciso atrair a participação de segmentos da sociedade nessa luta. Ele considera de fundamental importância uma campanha como essa que tem propostas de redução dos índices de criminalidade entre os jovens e adolescentes.

Dados da Secretaria de Segurança e da Defesa Social apresentados pela Fundac revelam que 70% dos homicídios registrados na Paraíba são provenientes do uso de drogas e pelo menos 80% dos jovens que cumprem medidas sócio-educativas no Centro Educacional do Adolescente (CEA) foram usuários.

Conscientização – O presidente da Fundac, Diamantino da Silva Lima, acredita que o combate “a esse mal ameaçador da sociedade é uma tarefa de conscientização a ser iniciada nas escolas, nas associações de bairros e nos hospitais. Só a repressão não resolve, é preciso a prevenção, com a realização de campanhas e a participação da família”, afirmou.

Ele disse que a campanha é o primeiro passo dado no sentido de avançar no combate ao uso das drogas, e vai prosseguir com a parte de conscientização a ser executada. Entende que os objetivos serão alcançados se houver “um maior apoio da sociedade organizada e dos órgãos do governo, todos atuando juntos”.

Novo tempo – Para a secretária do Desenvolvimento Humano, Giucélia Figueiredo, um novo diálogo foi aberto na Paraíba para a definição de ações visando mostrar a importância de afastar os jovens do caminho das drogas. “O governo está com a proposta para a construção de um novo tempo em nosso Estado”, disse.

A juíza Virgínia Gaudêncio de Morais, da Vara da Infância e da Juventude, disse que o Poder Judiciário está integrado nesta campanha, e também defendeu uma maior participação das famílias e das instituições públicas e privadas para que os objetivos sejam alcançados.

Estão sendo convidados a participar da iniciativa diversos segmentos, como o sistema de Justiça, igrejas, universidades, polícias e forças armadas. Serão realizadas palestras, seminários e ações de esporte, cultura, saúde e lazer. Os recursos financeiros para a execução da campanha serão captados através de doações, convênios e outras formas de apoio destinadas à aquisição de materiais.

José Nunes, da Secom-PB, com fotos de Walter Rafael