Fale Conosco

12 de julho de 2017

Fundac e representantes do SERI-PB visitam Casa das Nações Unidas em Brasília



O presidente da Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente “Alice de Almeida”, Noaldo Meireles, e os responsáveis pela Secretaria Especial da Representação Institucional – SERI, visitaram a Casa das Nações Unidas no Brasil, nesta terça-feira (11), em Brasília/DF, com a finalidade de organizar um evento em João Pessoa, para apresentação do último relatório “Situação da População Mundial” do Fundo de População das Nações Unidas – UNFPA, intitulado “10 – Como nosso Futuro Depende de Meninas nessa Idade Decisiva”.

O relatório anual sobre a situação da população mundial, lançado pelo UNFPA em outubro de 2016, analisa a importância dos investimentos em meninas na faixa etária dos 10 anos, de modo a assegurar uma transição saudável e segura do início da adolescência para a idade adulta, como parte da estratégia para dar continuidade aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, sem deixar ninguém para trás.

“10 – Como nosso Futuro Depende de Meninas nessa Idade Decisiva” é baseado em evidências científicas e incorpora experiências de diversos países que podem contribuir para a elaboração ou aprimoramento de políticas públicas, incluindo um conjunto de 10 ações essenciais recomendadas para assegurar o pleno desenvolvimento das meninas dessa idade. Este documento apresenta também os perfis de 10 meninas de 10 anos de 10 países, dando a conhecer alguma da diversidade de contextos, desafios e aspirações dessa geração que terá um papel-chave no desenvolvimento global.

Segundo Noaldo Meireles, a visita realizada à Casa das Nações Unidas no Brasil, contou com a companhia de Suely Santiago, secretária Especial da Representação Institucional; Adauto Fernandes, secretário executivo da SERI, e Higino Brito Vieira, diretor de Políticas de Trabalho e Emprego para a Juventude do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), ambos recebidos por Jaime Nadal, representante da UNFPA, no Brasil.

O UNFPA – é o organismo da Organização das Nações Unidas – ONU responsável por questões populacionais. Trata-se de uma agência de cooperação internacional para o desenvolvimento que promove o direito de cada mulher, homem, jovem e criança a viver uma vida saudável, com igualdade de oportunidades para todos; apoia os países na utilização de dados sociodemográficos para a formulação de políticas e programas de redução da pobreza; contribui para assegurar que todas as gestações sejam desejadas, todos os partos sejam seguros, todos os jovens fiquem livres do HIV/Aids e todas as meninas e mulheres sejam tratadas com dignidade e respeito.